Disque-Denúncia oferece R$ 5.000 por informações sobre contraventores do jogo do bicho


Contraventores
Procurados são Luizinho Drummond, Helinho e Mário Tricano

Disque-Denúncia oferece R$ 5.000 para quem tiver informações que levem aos homens apontados em promover o jogo do bicho no rio de Janeiro. Os acusados são conhecidos como Luiz Pacheco Drummond, o Luizinho Drummond, Helio de Oliveira, o Helinho e o ex-prefeito de Teresópolis Mário Tricano, que continuam foragidos. O trabalho faz parte da operação Dedo de Deus, da Coinpol, realizada em dezembro.
Quase um mês depois da operação montada para prender chefões do jogo do bicho, o contraventor Aniz Abraão David, o Anísio da Beija-Flor, foi preso por agentes da Corregedoria de Polícia na última semana, em Copacabana, na zona sul.
O objetivo da operação Dedo de Deus é desarticular uma quadrilha de contraventores que, para melhorar os negócios, investiu em tecnologia, utilizando máquinas de anotação eletrônica do jogo do bicho.
Quem tiver informações sobre eles pode ligar para o número 2253-1177. O anonimato é garantido.


Quadrilhas organizadas
A promotora Angélica Glioche, do Gaeco (Grupo de Apoio Especial ao Crime Organizado), do Ministério Público, disse que o jogo do bicho só existe porque existem essas quadrilhas organizadas para mantê-lo.

- O jogo de bicho não é algo inocente, movimenta milhões de reais por mês. Eles passaram a substituir o jogo feito no papel pelo jogo on line, eletrônico. Desse jeito, o contraventor pode controlar as apostas onde ele estiver. Ao contrário do que eles dizem, não vale o escrito. Eles manipulam resultados.

As investigações revelaram também que empresas fora do Rio ajudavam a manter a exploração do jogo ilegal no Rio. A empresa Projeta, com sede em Salvador, na Bahia, onde uma pessoa foi presa, fornecia as máquinas para as apostas eletrônicas, como explica o delegado Felipe do Vale, da Coinpol.

- Essa empresa adaptava máquinas de cartões de crédito para serem usadas no jogo ilegal. Essa empresa fornecia softwares [programas de computador], sistema operacional, os chips das máquinas, redes de intranet e até assistência técnica. Cada máquina era comprada por R$ 1.200. Um funcionário dessa empresa costumava estar sempre no Rio. Ele frequentava até o camarote da escola de samba Grande Rio. Essa empresa recebia ligações de vários Estados e regiões do país, o que indica que eles prestam serviços para o Brasil todo.

Comentários