Em Casimiro de Abreu, mais de 100 policiais fazem desapropriação de 16 lotes


Terrenos tinham sido vendidos ou trocados irregularmente por assentados do Incra
Cerca de 100 agentes da Polícia Federal cumpriram 16 mandados de reintegração de posse em Casimiro de Abreu, na baixada litorânea, nesta quarta-feira (25). Os policiais chegaram no início da manhã na fazenda Visconde, onde 16 lotes de assentamento do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) estavam ocupados irregularmente.


Uma ambulância do Corpo de Bombeiros, 30 homens da PM e agentes do Conselho Tutelar deram apoio a ação. Dez caminhões foram disponibilizados para levar os móveis das famílias para um depósito público.
Durante a manhã não houve resistência, mas os moradores reclamaram da ação. De acordo com eles, já estavam em processo de legalização das terras.
Segundo os policiais, os lotes estavam irregulares porque tinham sido trocados ou vendidos sem autorização pelos assentados que receberam a terra do Incra ou porque os donos dos lotes não cumpriram com alguma das normas para manutenção da terra.
A fazenda do Visconde tinha 1.200 hectares quando foi desmembrada em lotes pela reforma agrária.
Os lotes desocupados vão ser entregues as famílias cadastradas no INCRA, segundo a fila de espera.
R7

Comentários