Em São Gonçalo e Niterói, boates são autuadas por permitir exploração sexual


Polícia apreendeu materiais indevidos nos dois estabelecimentos; ninguém foi preso
Policiais da DPCA (Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente) autuaram duas boates por permitir exploração sexual no interior dos estabelecimentos, situadas nos municípios de Niterói e São Gonçalo, na região metropolitana do Rio de Janeiro, na noite da última quinta-feira (19). 
Por volta das 21h, os agentes foram até a boate W 138 Club, na rua Dr. Fróes da Cruz, 138, no centro de Niterói, e na boate conhecida como 577 Club, situada na rua Dr. Nilo Peçanha, 577, em São Miguel, em São Gonçalo, para investigar denúncias de exploração sexual de menores. 

A operação Moulin Rouge foi comandada pelo titular da especializada, delegado João Luiz Garcia de Almeida, que ouviu todos os envolvidos e instaurou os procedimentos para a análise dos fatos. Ninguém foi preso. Os agentes recolheram materiais indevidos nos dois estabelecimentos.
R7


Comentários