Menos sal no pão dos brasileiros


Anvisa orienta padarias para preservar saúde dos consumidores
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou na quinta-feira (7) documento orientando padarias, restaurantes e lanchonetes a reduzirem o sal em seus alimentos: a prioridade é o pão francês. A população brasileira costuma consumir 12 gramas de sal por dia. Somente um pãozinho já tem quase 1 grama. Se fossem ingeridas a cada 24 horas apenas 5 gramas — como recomenda a Organização Mundial de Saúde — a hipertensão e as mortes por infarto cairiam em até 10% no Brasil. E a redução de óbitos por derrame seria de 15%.
- Nossa meta é reduzir gradativamente a quantidade de sódio nos alimentos sem perda do paladar. Até 2014, pretendemos que haja redução de 10% do sódio no pão francês, explicou a gerente-geral de Alimentos da Anvisa, Denise Resende.
O sódio é o principal elemento do sal: corresponde a 40% da composição do alimento. Nos 5 gramas de sal recomendados, por exemplo, há 2 gramas de sódio. Nos rótulos dos produtos, é a quantidade de sódio que vem registrada.


Analise bem os rótulos
A nutricionista Wilma de Amorim alerta o consumidor para conferir este número nas embalagens. “É importante analisar a quantidade da substância que se come por porção do alimento. Em geral, achamos que o teor de sódio no rótulo vale para o pacote inteiro, mas ele só corresponde à porção recomendada”, alerta.
A orientação da Anvisa para as padarias não é obrigatória, mas pode ser incentivada pela população. “O consumidor deve cobrar um pão com menos sal”, sugere Denise. Em breve, a agência lançará guias para preparo de outros alimentos, como molhos. Depois, pretende sensibilizar comerciantes sobre a redução de substâncias como açúcar e gorduras.
Como reduzir o sal no seu dia a dia:
A nutricionista Wilma de Amorim preparou dicas de como reduzir o sal.
LIMITE MÁXIMO
Segundo ela, alimentos industrializados com até 120mg de sódio por porção estão permitidos. Acima disso, não deve ser consumido.

PREPARO DOS ALIMENTOS
Na hora de cozinhar, o sal pode ser substituído por temperos mais saudáveis, como salsa, alecrim, pimenta, mostarda, orégano, tomate, cebola e vinagre.

SALEIRO FORA DA MESA 
Ao comer, o saleiro ou o molho shoyu devem ser retirados da mesa e podem ser substituídos por azeite, por exemplo.

BIFE ESPECIAL
“Para preparar um bife, jogue na frigideira uma colher (de chá) de óleo, o bife e, em vez de sal, use cebola e alho à vontade. O prato fica gostoso e mais saudável”, explica a nutricionista.

COMENDO NA RUA
Para quem tem que almoçar na rua, algumas dicas são especiais. Evite queijo, linguiça, salsicha e os salgados do feijão, porque são alimentos com muito sódio. 

Comentários