No Rio, Riotur autoriza desfile de 425 blocos, um a mais que o ano passado


Na zona sul, serão menos 30 este ano; 145 passarão pelas ruas
A Riotur (Empresa de Turismo da Prefeitura do Rio de Janeiro) divulgou, nesta quarta-feira (11), no Diário Oficial, a lista dos blocos autorizados a desfilar no Carnaval de Rua em 2012. Dos 476 inscritos, 425 receberão autorização para passar pelas ruas da capital fluminense, um a mais que o ano passado. 
A zona sul foi a área que mais recebeu solicitações. Este ano serão menos 30 blocos. Dos 162 inscritos, a Riotur autorizou o desfile de apenas 145. 

A Empresa de Turismo da Prefeitura do Rio informou que avaliou caso a caso todas as solicitações de desfile a partir das informações prestadas pelos próprios blocos e observando os carnavais anteriores. 

A Riotur, em conjunto com as subprefeituras, a Guarda Municipal, a CET-Rio (Companhia de Engenharia de Tráfego do Rio) e a Comlurb (Companhia Municipal de Limpeza Urbana), analisaram ainda o número estimado de componentes e a capacidade de cada bairro para receber eventos. 

Segundo o secretário municipal de Turismo e presidente da Riotur, Antonio Pedro Figueira de Mello, as solicitações foram menores este ano. 

- A Riotur já havia anunciado que não seriam permitidos desfiles de blocos novos na zona sul, e isto já se refletiu no número de solicitações, que foram inferiores a do ano de 2011. Mesmo assim, tivemos que cortar e remanejar alguns blocos, devido à grande concentração nesta área da cidade. 

O bairro que mais sofreu adequações foi o Leblon, que de 20 desfiles em 2011, passa a ter 13 desfiles este ano. Segundo Antonio Pedro, em algumas regiões, também houve uma diminuição do número de desfiles, obedecendo ao critério de antiguidade, percurso escolhido e logística, além da própria adequação do transporte dos bairros, já que alguns chegaram a ter quatro dias de desfile no último Carnaval. 

- Os próprios blocos entenderam que não poderiam ter três ou quatro desfiles no mesmo bairro, a não ser no caso de blocos ou bandas com muitos anos de tradição, como é o caso da Banda de Ipanema e do Simpatia Quase Amor, que historicamente desfilam três e duas vezes, respectivamente. Houve uma conversa prévia com cada bloco e, avaliando a questão geográfica, procuramos remanejar alguns que já haviam excedido a capacidade dos bairros. Temos a certeza de que vamos ter um Carnaval muito melhor, com mais infra-estrutura e atendendo aos moradores e foliões. 

Dos 476 blocos inscritos, 51 tiveram seu desfile negado. Na Barra da Tijuca e em Jacarepaguá, dos 46 pedidos, 44 foram aceitos. Na Ilha do Governador, desfilarão 22 blocos. No centro da cidade, passarão 76, e na Grande Tijuca, serão 43. A zona norte terá 63 blocos.

Comentários