TRAGÉDIA CONTINUADA


Foto tirada hoje (12/01/2012) no Vale do Cuiabá ( Petrópolis) - Agencia Estado
Por Beth Michel
Hoje faz exatamente um ano da tragédia ocorrida na Região Serrana do Rio de Janeiro, que vitimou mortalmente mais de 900 pessoas e enlutou suas famílias. Minha neta Manoela recém casada morava ao lado da Praça do Suspiro em Friburgo e assistiu impotente de seu apartamento o desmoronamento que vitimou até bombeiros que estavam no local, e meu primo irmão ficou ilhado na sua casa em uma das áreas mais nobres de Teresópolis (Golf Clube) sendo resgatado pelo clube de trilheiros e montanistas. Todos nós – na família; conhecíamos alguém que morreu ou que ficou desabrigado. Minha filha tornou nossa casa no centro de Teresópolis em acampamento provisório para funcionários e alunos. E o Prefeito de Teresópolis fez o que fez – saiu em rede nacional, e o de Friburgo não deixou por menos...
Hoje mais uma vez nos solidarizamos com todos aqueles que sofreram e ainda sofrem as conseqüências do descaso criminoso dos poderosos. O que temos - meus caros leitores, é uma tragédia continuada e que infelizmente não têm um final previsto. Não com um governador que recebe verbas para a construção de 73 pontes e constrói apenas duas provisórias... Não, enquanto nós permitirmos que eles se apossem do poder e determinem quanto e se nós merecemos alguma esmola. Cabo Frio não tem enchentes e desmoronamentos, mas tem infâmias não naturais em abundância suficiente para ser classificada como uma área de catástrofe moral.
Meus sentimentos e solidariedade a todos!
 
Beth Michel

Comentários