Desfile da Unidos da Tijuca custou R$ 10 milhões, diz presidente da escola


Fernando Horta está orgulhoso de ter conseguido vencer com um tema que fala de seu maior ídolo, Luiz Gonzaga
Evelyn Moraes
Quadra da escola ficou lotada durante apuração dos votos. Jadson Marques/R7
O desfile deste ano de 2012 da Unidos da Tijuca, campeã do Grupo Especial, custou R$ 10 milhões, de acordo com o presidente da escola, Fernando Horta. Desse montante, R$ 3 milhões vieram do lucro com as apresentações da comissão de frente do desfile de 2010, quando a escola foi campeã com o enredo sobre segredos. Bailarinos trocavam de roupa como num passe de mágica e conquistaram o público. Com isso, foram contratados para se apresentar em congressos, festas e demais eventos por todo País.
Metade do dinheiro para a realização do grande sonho de Horta, que era homenagear Gonzagão com um desfile, veio de ao menos seis empresas que foram convencidas a patrocinar a escola com a ajuda de Eduardo Campos (PSB), governador de Pernambuco, Estado onde nasceu o Rei do Baião.


Após a escola ser consagrada campeã, Campos ligou para o presidente da Unidos da Tijuca. Horta afirmou que o governador pernambucano não colaborou com dinheiro, mas seu incentivo para angariar empresas foi fundamental. Emocionado, o presidente da Tijuca exaltou a escola e o estilo de Carnaval que ela conseguiu imprimir na avenida.
- É uma emoção muito grande. Um trabalho árduo de muitos anos e agora quem quiser ser campeão tem de ganhar da Unidos da Tijuca.
Horta ressaltou a importância da criatividade de Paulo Barros, o carnavalesco que chegou para o Carnaval de 2010 na escola e já arrematou um título para a agremiação. O presidente da escola disse que nem sempre gostava das ideias para enredo do carnavalesco e que neste ano teve de convencê-lo a aceitar fazer um enredo sobre Luiz Gonzaga.
- Sempre soube do que Paulo Barros era capaz de fazer qualquer enredo. Sempre achei feio o que ele me pedia e ele tinha que acertar dessa vez o que pedi. Eu tenho todos os discos do Gonzagão, sou o maior fã. O maior representante do nordeste não podia ficar fora dessa festa.
A diretoria da escola ainda não pensou em um tema para o ano que vem. De acordo com o diretor Ricardo Fernandes, ainda não foi definido nenhuma diretriz para se chegar a um tema, mas eles são confiantes de que a agremiação pode defender bem qualquer enredo.
-A Tijuca demonstrou que sabe fazer qualquer tema de Carnaval.

Comentários