Editora americana lança rede social para amantes da gastronomia


FOODIE
Existem revistas, programas de televisão e livros sobre comida. Por que não uma rede social?
É esse o raciocínio que embasa a mais recente oferta da Glam Media, uma editora especializada em publicações de estilo de vida. Na quinta-feira, a companhia lançou aFoodie.com, uma rede social dedicada inteiramente aos gastrônomos.
A decisão representa uma importante expansão da Glam para o sempre popular mundo da mídia gastronômica, que atrai forte publicidade e abarca de publicações sobre restaurantes a revistas de receitas.
Os usuários do Foodie.com podem criar perfis para o serviço usando suas contas existentes no Twitter e Facebook. Assim que se inscreverem, podem acompanhar chefs e críticos de gastronomia, postar seus pensamentos e utilizar um serviço de busca de receitas, entre outras atividades.
A Glam reuniu um elenco de mais de 100 críticos e blogs gastronômicos, bem como um conselho consultor de especialistas culinários, entre os quais a crítica de gastronomia Patricia Welsand e Geoffrey Zakarian, vencedor do reality show gastronômico Iron Chef, para produzir conteúdo para o serviço.
O lançamento da Foodie.com surge no momento em que a Glam se aproxima de uma oferta pública inicial. A companhia criada há sete anos negociou com bancos de investimento no ano passado e deve divulgar o prospecto de sua oferta inicial no segundo trimestre, de acordo com informações anteriores de fontes à Reuters.


O Facebook, o maior site mundial de redes sociais, apresentou na semana passada o prospecto para uma oferta pública inicial de US$5 bilhões em ações, que deve se tornar a maior na história do Vale do Silício.
Samir Arora, presidente-executivo da Glam, disse que havia espaço para uma rede social especializada em gastronomia, em companhia do Facebook. Arora declarou em entrevista à Reuters que a maioria das pessoas se manterá ativa em três a quatro redes sociais.
Ele previu que as pessoas apaixonadas por gastronomia farão daFoodie.com um dos seus três ou quatro serviços de redes sociais, ele previu. E outras pessoas recorrerão ao site quando precisarem de uma receita ou quiserem encontrar um restaurante.

Comentários