Em Cabo Frio, moradores acusam polícia de fazer abordagem truculenta no Manoel Corrêa


A população tentou impedir que um homem fosse encaminhado à delegacia e os PMs efetuaram disparos para o alto
Moradores do bairro Manoel Corrêa, em Cabo Frio, policiais militares do 25º BPM se envolveram em uma confusão na noite de domingo (12). Os PMs abordaram um homem para apreender a motocicleta usada por ele, mas os moradores consideraram a abordagem violenta. Tiros foram disparados para o alto e os envolvidos foram levados para a delegacia.
Um inquérito foi aberto para investigar o caso. Imagens gravadas por um morador e exibidas no RJ INTER TV 1ª Edição desta segunda (13) mostram o momento em que os policiais levaram o homem abordado na moto para a viatura. Eles foram seguidos por populares até um dos PMs dar um tiro para o alto. Testemunhas disseram que a confusão começou porque o homem se recusou a obedecer a ordem dos policiais de levar a motocicleta, que estava parada em frente a uma lanchonete, para o depósito.
Os moradores disseram que foram feitos vários disparos de fuzil e pistola. Um jovem de 14 anos disse ter sido ferido de raspão nas costas por uma bala que teria partido dos policiais. Uma mulher também afirmou ter sido agredida.
O comandante do 25º BPM, coronel Gilmar Barros, negou, em entrevista ao RJ INTER TV 1ª Edição, ter havido excessos por parte dos policiais. Ele afirmou, no entanto, que instaurou um inquérito para apurar se houve irregularidades. O comandante disse, ainda, que a abordagem aconteceu porque os policiais viram o homem circulando com a moto, mas ele não teria habilitação e o veículo estaria sem licença para circular. O coronel garantiu que os policias não estavam armados com fuzis, como acusaram os moradores.

do RJ INTER TV 1ª Edição

Comentários