Secretaria de Segurança Pública demite quatro policiais civis envolvidos em irregularidades


Eles são suspeitos de formação de quadrilha, extorsão e corrupção passiva
O Secretário de Segurança Pública José Mariano Beltrame assinou, no dia 9 de janeiro, a demissão de quatro servidores públicos da Polícia Civil suspeitos de prática de transgressões disciplinares, como  formação de quadrilha ou bando, peculato (crime contra a administração pública), extorsão e corrupção passiva. 
Segundo a Secretaria de Segurança, a delegada Érica Júlio Batitucci, o oficial de cartório Arthur Silva Medeiros, o inspetor Marcelo Senna Calumby, e o investigador José Alberto Ferreira trabalhavam na Delegacia de Sapucaia (109ª DP), no Médio Paraíba. Eles se envolveram nas irregularidades entre março de 2006 e março de 2008. Os servidores já haviam sido denunciados pelo 
Ministério Público do município. 

As investigações contaram com a participação da Coinpol (Corregedoria Interna de Polícia) e da CGU (Corregedoria Geral Unificada). 

Foram analisados diversos depoimentos de vítimas, que alegaram ter sofrido ameaças e extorsões praticadas pelos policiais. Também foram analisadas diversas gravações telefônicas dos suspeitos, que apontavam as mesmas transgressões. 

Nos últimos cinco anos, cerca de 1.000 policias foram presos ou expulsos em todo o Estado do Rio de Janeiro. 

Comentários