Consumidores devem ficar atentos à produção caseira dos ovos de Páscoa


Questões de higiene precisam ser observadas na hora da compra.
Clientes podem visitar o local onde é feita a produção dos doces.
Ovos de chocolate produzidos em casa (Foto: EPTV) 
Os consumidores que preferem comprar ovos de Páscoa caseiros ao invés dos industrializados devem ficar atentos ao seu processo de produção. A higiene empregada na confecção do produto é um dos itens essenciais, segundo a professora de nutrição do Centro Paula Souza, Gabriela Soldi Gonçalves, em Araraquara, no interior de São Paulo, e precisa ser observada com atenção para evitar que o doce apresente problemas.
De acordo com Gonçalves, as pessoas que trabalham na manipulação desses alimentos precisam usar máscara. “A máscara representa uma importante fonte de contaminação, portanto, é recomendado que ela seja trocada a cada 15 minutos”, explica.
Segundo a legislação, as pessoas não devem usar brincos e anéis na hora da produção dos ovos ou de qualquer outro produto alimentício. “As unhas do manipulador devem estar curtas e sem esmaltes. Os cabelos devem ser protegidos por toca para evitar a contaminação e o uso de jalecos e sapatos fechados é recomendado. Tudo isso visa contribuir com a higiene alimentar”, diz a professora.
De acordo com ela, o consumidor pode ainda verificar o ambiente onde o ovo caseiro foi produzido. “É indicado que o cliente visite o local, onde acontece a manipulação de alimentos e observe os processos de higienização dos utensílios que são utilizados e também da pessoa que está produzindo o ovo de páscoa”.
Assim como os ovos industriais de chocolate, os ovos caseiros também precisam apresentar uma tabela com informações referentes a peso, prazo de validade e características nutricionais. “Dados como peso líquido, teor de carboidratos, proteínas, vitaminas, minerais devem constar na rotulagem para informar o consumidor”, afirma Gonçalves.
Dica nutricional
Para as pessoas que estão em guerra com a balança, mas que não querem deixar de aproveitar a Páscoa para degustar os ovos de chocolate, a professora recomenda que elas optem por um produto a base de chocolate amargo. “Tanto o amargo quanto o meio-amargo possuem uma substância chamada tanino, que faz muito bem ao coração. O menos indicado é o chocolate branco pela sua composição, que leva manteiga de cacau, que agrega um teor de gordura a mais, aumentando as calorias”.
Do G1

Comentários