Em Cabo Frio, homem que espancou e matou a mulher aguarda para ser transferido para o Rio


Em depoimento à polícia, o pedreiro Vagner Vieira confessou o crime alegando ciúme da esposa Andreia de Oliveira.
O homem que espancou e matou a mulher na madrugada de ontem (06), em Unamar, deve ser transferido para o Rio de Janeiro nesta quarta-feira (07). Em depoimento à polícia, o pedreiro Vagner Vieira Portugal, de 38 anos, confessou o crime alegando ciúme da esposa Andreia de Oliveira, de 35.
Estavam em casa Vagner, Andreia e os cinco filhos - dois do primeiro casamento dele, um do primeiro casamento dela e dois do casal. Todos presenciaram o crime. O próprio Vagner socorreu a mulher, mas ela já chegou morta na UPA de Unamar.


O pedreiro não tinha passagem pela polícia e aguarda a transferência na delegacia de Cabo Frio. O corpo de Andreia já foi liberado do IML de Cabo Frio. Os cinco filhos, com idades entre 16 e 5 anos, permanecem no Abrigo Municipal, mas podem ser liberados ainda hoje. A avó materna deve entrar com pedido de guarda dos três de Andreia e os outros dois filhos de Vagner devem ficar com a mãe.
do RJ INTER TV 2ª Edição

Comentários