Filho de Eike Batista aguarda em liberdade conclusão do inquérito sobre atropelamento com vítima fatal


Batista 
O cadáver do ciclista atropelado pelo filho mais velho do empresário Eike Batistae da ex-modelo Luma de Oliveira, Thor Batista, de 20 anos, permanecia insepulto, neste domingo, e somente haverá o enterro após os exames que determinarão as lesões causadas pelo choque contra o automóvel, na noite passada. Wanderson Pereira dos Santos, de 30 anos, passava de bicicleta pela Rodovia Washington Luís, em Xerém, distrito de Duque de Caxias, Baixada Fluminense, no Rio, quando foi atingido pela Mercedez Benz, de cor prata, do também empresário carioca.
Embora não tenha fugido do local e os testes de bafômetro sejam negativos para a ingestão de álcool, Batista foi liberado e o caso segue investigado pela 61ª DP (Xerém). O ciclista foi atingido na pista sentido Rio e morreu na hora. Thor Batista, após a conclusão do inquérito, deverá ser acusado de homicídio culposo, isto é, sem a intenção de matar. Um advogado da família Batista esteve na delegacia e levou o carro de Thor, com a promessa de manter as condições em que o veículo ficou após o acidente. Com o impacto do atropelamento, o Mercedes ficou amassado. A tia e uma prima da vítima também estiveram na delegacia.

Comentários