Filho do empresário Eike Batista é intimado a depor sobre acidente que matou ciclista


Polícia Civil instaurou inquérito para apurar crime de homicídio culposo
Arquivo pessoal / Nicson Olivier
Carro Thor Batista 
Thor Batista atropelou ciclista na rodovia Washington Luís noite de sábado. Homem morreu na hora

Thor Batista, filho do empresário Eike Batista, que atropelou um ciclista na noite de sábado (17) na pista sentido Rio de Janeiro da rodovia Washington Luís, na altura de Xerém, distrito de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, foi intimado pelo delegado Hilton Pinho Alonso para depor na Delegacia de Xerém (61º DP) nesta quarta-feira (21). O delegado da unidade também pretende ouvir a companheira da vítima e uma testemunha, que já foi identificada.
A Polícia Civil instaurou procedimento investigativo para apurar crime de homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

De acordo com a diretora do DGPB (Departamento Geral de Polícia da Baixada), Tércia Amoedo, todos os procedimentos necessários já foram realizados. A perícia do ICCE (Instituto de Criminalística Carlos Éboli) foi chamada e os peritos analisaram e fotografaram o local do acidente e o veículo do empresário. Em seguida, o automóvel foi liberado e removido para o pátio da Polícia Rodoviária Federal, onde foi retirado pela família. Ainda segundo a delegada, caso seja necessário, o delegado Hilton Alonso poderá solicitar novas perícias. 

Agentes da distrital também procuraram por novas testemunhas que possam ajudar nas investigações. Os resultados dos laudos devem sair em um prazo de dez dias.

Assista ao vídeo:
 
 O acidente:

A colisão entre o carro de Thor - um Mercedes Benz McLaren prata, placa EIK-0063 - e a vítima ocorreu por volta das 19h20 de sábado (17), na pista sentido Rio da rodovia Washington Luís.

O filho mais velho do empresário Eike Batista e da ex-modelo Luma de Oliveira, Thor de Oliveira Fuhrken Batista, 20 anos, informou na tarde deste domingo (18), por meio de nota enviada à imprensa por sua assessoria, que lamenta profundamente o acidente que resultou no atropelamento e morte do ajudante de caminhão Wanderson Pereira dos Santos, de 30 anos.

De acordo com Thor, ele prestou socorro à vitima, "que atravessava a rodovia inadvertidamente" de bicicleta. O empresário conta que chamou a ambulância da Concer (concessionária que administra a via no trecho Rio-Juiz de Fora) para prestar atendimento a Santos. Ainda segundo a nota, Thor estava na velocidade permitida, fez o teste do bafômetro e firmou declaração de próprio punho descrevendo o acidente, no posto da Polícia Rodoviária Federal. No comunicado consta ainda que "Thor prestará toda a assistência à família de Wanderson".


Veja entrevista com a tia da vítima no Balanço Geral:
  

Comentários