Fla-Flu é preliminar para a Libertadores


 Vagner Love festeja gol sobre o Emelec
Foto: Antonio Lacerda/Efe
Vagner Love festeja gol sobre o Emelec

Pelo segundo turno do Estadual do Rio, Flamengo e Fluminense se enfrentam neste domingo no Engenhão, às 18h30, com foco em seus próximos jogos pela Taça Libertadores, no meio da semana.
As duas equipes devem poupar alguns titulares. Mas enquanto o clube das Laranjeiras adotará a medida por opção, o time rubro-negro o fará por conta de contusões.
Abel Braga, treinador do Fluminense, fez mistério sobre a escalação, mas indicou que pretende preservar os principais nomes do elenco para a partida contra o Zamora, da Venezuela, na quarta.
"Ninguém dormiu mais de quatro horas de quarta para quinta. Só fomos liberados para deixar a Bombonera [estádio do Boca Juniors] à 1h30. Teve jogador que ainda treinou no dia seguinte. Isso tudo tem um peso", afirmou o treinador.
"Vou levar a campo o que tiver de melhor dentro das possibilidades". A tendência é que pelo menos os três principais jogadores não entrem em campo. Fred e Deco não treinaram na sexta-feira, enquanto Thiago Neves ainda sente dores musculares na coxa direita.
Já o técnico Joel Santana, do Flamengo, tem nove desfalques certos no clássico. Os volantes Maldonado, Aírton, Willians e Renato Abreu, o meia Camacho e o goleiro Felipe, que já não jogaram contra o Emelec, continuam fora do time.
Daniel Garcia/France Presse
 Fred comemora seu gol na partida contra o Boca Juniors
Fred comemora seu gol na partida contra o Boca Juniors
A lista foi ampliada pelo lateral Leonardo Moura e pelo zagueiro Welinton, lesionados. Expulso contra o Duque de Caxias, o argentino Bottinelli cumpre suspensão. A situação obrigou Joel a relacionar o meia Kleberson, que estava treinando separado do elenco há meses.
"Nesses anos todos de carreira eu nunca tive tantos jogadores de uma mesma posição machucados", lamentou o técnico. Vaiado contra o Emelec, Ronaldinho Gaúcho deve estar em campo.
Na próxima quinta, pela Libertadores, o Flamengo enfrenta o paraguaio Olimpia, novamente no Engenhão.
Folha uol

Comentários