INVESTIGAÇÃO: Jockey do Rio está na mira da PF


A Polícia Federal abriu inquérito para apurar a suposta emissão de notas frias entre o Jockey Club do Brasil, no Rio, e a empresa espanhola Codere do Brasil Entrenenimento, especializada em jogos de aposta. A pedido do Ministério Público Federal, a PF investiga indícios de evasão de divisas.
O MPF foi informado que o Jockey, por força contratual, não faz pagamentos à Codere, levantando suspeitas sobre veracidade das notas emitidas. 

Os documentos fiscais ainda estão sendo recolhidos e analisados. Mas o MPF já descobriu que uma auditoria encontrou "notas fiscais com valores de milhões de reais, emitidas pela Codere contra o JCB".

Comentários