Professores das redes municipal e estadual do Rio param nesta quarta-feira por 24 horas


 
Manifestantes fazem ato público na Cinelândia e em outros municípios fluminenses
Os professores e profissionais das escolas estaduais e municipais do Rio de Janeiro fazem nesta quarta-feira (14) uma paralisação de 24 horas. Segundo o Sepe (Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação), o movimento faz parte de uma mobilização nacional em defesa da educação pública e da valorização dos profissionais do setor.
O sindicato organiza um ato público na Cinelândia, centro da cidade, a partir das 10h, para reivindicar melhores salários. O ato também será realizado em outros municípios do Rio.


Os profissionais da rede estadual reivindicam reajuste de 36% no salário e a incorporação imediata da gratificação do programa Nova Escola. Professores municipais participam da paralisação por reajuste de 20%.
Um pedido comum nas duas redes é o cumprimento da lei federal nº 11.178, que estipula 1/3 da carga horária do professor para atividades extraclasse e que também cria o piso nacional do magistério.
Os governos estaduais pediram no Supremo Tribunal Federal (STF) a inconstitucionalidade da lei, mas o STF decidiu pela validade. Mesmo com a decisão do Supremo, segundo o Sepe, os governos estaduais vêm se recusando a aplicar a lei. O sindicato já entrou com ação na justiça estadual exigindo o cumprimento da lei.
Do R7

Comentários