Yahoo ameaça Facebook em guerra de patentes de mídias sociais


Yahoo diz que Facebook violou mais de 10 patentes e alerta para disputa
O Yahoo exigiu que o Facebook pague licença pelo uso de sua tecnologia, anunciaram as duas companhias na segunda-feira (27), o que pode fazer com que o setor de mídia social também se envolva em batalhas e disputas judiciais quanto a patentes, como vem ocorrendo em boa parte do setor de tecnologia.
O Yahoo afirmou seu direito a patentes que abarcam os mecanismos técnicos usados em anúncios, controles de privacidade, feeds de notícias e no serviço de mensagens instantâneas do Facebook, de acordo com uma fonte informada sobre a questão.
Representantes das duas empresas se reuniram na segunda-feira e as negociações envolveram 10 a 20 patentes do Yahoo, segundo a fonte, que não estava ciente dos valores que o Yahoo havia solicitado pelas licenças.


O Yahoo não acrescentou detalhes em comunicado distribuído via e-mail sobre suas discussões com o Facebook, mas indicou que não hesitaria em levar o gigante das redes sociais à Justiça pelo uso de suas patentes.
O Yahoo afirmou que outras companhias já estavam pagando licenças pelo uso das tecnologias em questão, e que agiria unilateralmente caso o Facebook se recusasse a pagar pela licença.
Um porta-voz do Facebook declarou que “o Yahoo nos contatou na mesma hora em que contatou o New York Times, e por isso não tivemos a oportunidade de avaliar plenamente suas alegações”.
Caso o Yahoo processe o Facebook, essa seria a primeira grande disputa judicial entre gigantes da tecnologia no plano da mídia social, e representaria escalada importante dos litígios quanto a patentes que já vêm varrendo os segmentos de celulares inteligentes e tablets, envolvendo nomes conhecidos como Apple, Microsoft e Motorola Mobility.
As alegações do Yahoo quanto a patentes surgiram depois que o Facebook anunciou seus planos para uma oferta pública inicial de ações na qual a empresa poderá ser avaliada em 100 bilhões de dólares.
Diversas companhias de redes sociais, incluindo o Facebook, registraram elevação nas queixas quanto a patentes contra eles, quando optam por iniciar seu processo de abertura de capital.
Mas esses processos em geral são apresentados por companhias que compram patentes e tentam extrair proventos delas por meio de acordos de licenciamento; nenhum deles foi movido por uma grande empresa de tecnologia como o Yahoo.

Comentários