Em Maricá, mãe e irmão encontram corpo de gari enterrado no quintal de casa


Assista ao vídeo:
Suspeitos disseram que ele foi morto em ritual de magia negra
O corpo do gari Bruno Pedro da Silva, de 27 anos, foi encontrado pela mãe e o irmão da vítima, no quintal da casa onde ele morava com a mulher e outras quatro pessoas da família dela, em Maricá, na região metropolitana do Rio de Janeiro.


O gari estava desaparecido há quatro dias. A mãe Sônia Regina da Silva desconfiou do sumiço e foi até a casa do filho ter mais notícias. Depois de vasculhar o local, o irmão de Silva achou um buraco em meio a vegetação e logo em seguida o corpo.
- Vimos os cabelinhos e depois o crânio. Era ele e chamamos a polícia.
A Polícia Civil foi ao local e, após três horas de buscas na mata, encontraram três suspeitos do crime. Eles disseram que o gari foi morto em um ritual de magia negra.
Um cunhado de 20 anos da vítima chegou a assumir a autoria do crime durante apresentação na delegacia.
- Ele aproveitou que eu passei uns dias fora para agredir a minha esposa e a minha sogra. Quando eu fiquei sabendo, estava embriagado e acabei assassinando ele.
O rapaz foi preso e autuado por homicídio e ocultação de cadáver. Com ele foi apreendido um facão usado no crime.
A mulher de Silva diz que não tem envolvimento na morte do marido.

Comentários