Brasil terá em 2012 ao menos 2,4 milhões de eleitores a mais em relação a 2010

Na estatística não estão contabilizados os eleitores que foram habilitados no mês de maio

O Brasil terá nas eleições municipais de 2012 pelo menos 2,4 milhões de eleitores aptos a votar a mais do que nas eleições presidenciais de 2010. Até o dia 30 de abril deste ano, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) havia contabilizado 138.242.323 eleiores aptos a votar. No pleito de 2010, eram 135.804.433 pessoas, uma diferença de 2.437.890 eleitores.


Na estatística não estão contabilizados os eleitores que foram habilitados no mês de maio. Apenas do dia 7 ao dia 9 deste mês, quando terminou o prazo para novas emissões, transferências ou regularizações dos títulos de eleitor para votar em 2012, a Justiça Eleitoral registrou pelo menos 1,5 milhão de atendimentos por todo o país.
Deste total, ainda não é possível saber quantos são os pedidos de regularizaração ou de novos títulos. Logo, a diferença do número total de eleitores em relação a 2010 deve crescer.
Em 2008, o país tinha 130.604.430 eleitores aptos, uma diferença de 5,2 milhões de eleitores em relação às eleições de 2010.
No Amazonas, são 84.007 eleitores aptos a mais este do que em 2010. De acordo com TRE-AM (Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas), em 2010 havia 2.034.326 eleitores no estado. Este ano (incluindo maio), são 2.118.333 eleitores.
á em São Paulo, são 684.919 eleitores aptos a mais este do que nas eleições passadas (sem considerar o mês de maio).
O TSE também ressalva que é possível que títulos considerados válidos ainda sejam cassados até as eleições, caso seja detectada alguma irregularidade. No início de julho, o TSE deve divulgar as estatísticas completas e atualizadas com o perfil do eleitorado brasileiro.

Comentários