Crack em Búzios


E a  "Pedra Louca" sai das grandes concentrações urbanas do pais e chega na maioria dos municípios de interior do Brasil  atingindo todas as classes sociais sem distinção.  Na Região dos Lagos já chegou e se espalha. As autoridades ainda estão em estado de letargia, talvez esperando o fogo crescer para depois começar a “remediar”, porque se não se cortar o mal agora, depois só restará isso a ser feito.
Este fim de semana na bucólica Barra de São João presenciei policiais prenderem três rapazes que fumavam a pedra desgraçada em meio as pessoas. Um dos rapazes não conseguia levantar-se do chão.  
Já  noticiamo, na terceira edição do Jornal A RAZA ( ainda era com S ), a apreensão  de 295 pedras dessa droga barata e de auto poder de destruição em Búzios, assim como já foi noticiado casos em Cabo Frio e São Pedro da Aldeia. Aos governos tacanhas e atrasados de nossa região é preciso alertar que o Crack não é  mais droga de moradores de rua. Ela agora é usada pelos  jovens de classe média, media alta e classe alta. 
Vou dar um aviso que incomoda a muitos cabeças de vento que vivem em uma Búzios mítica. Essa Búzios Vila de Pescadores, acabou. Não existe mais. Acordem! Temos um (s) grave (s) Probelma (s) Social (s) a resolver.

Victor Viana @VianaBuzios

Comentários