O corpo fala: o que os acessórios dizem sobre você

Aqui na Marie Claire algumas paixões são quase unânimes: horóscopo, Mad Men e… linguagem corporal. Nesta última, um dos nossos especialistas preferidos é o belga Joseph Messinger, que divide seus conhecimentos numa coluna mensal na revista Marie France. Ele já nos ajudou a entender mexidas de cabelocruzadas de perna e até atitudes em reuniões de trabalho. Na sua última coluna, Messinger analisa nossa relação com os acessórios, essas pequenas extensões do nosso corpo. Veja os highlights:
Brincando com os óculos
ABAIXÁ-LOS PARA VER POR CIMA DELESPode ser um gesto sedutor, que mostra o interesse da pessoa à frente, ou, ao contrário, uma atitude irônica (beirando o desprezo!).

USÁ-LOS COMO UMA TIARA
Além do lado prático, o gesto serve para deixar o rosto em evidência. É muito comum ver também homens fazendo-o, principalmente os calvos, que usam inconscientemente o acessório para disfarçar a calvície.
COLOCAR UMA DAS HASTES NA BOCAChupar de leve uma das hastes, como quem usa uma chupeta, é um sinal de atração pela pessoa à nossa frente.
EMPURRÁ-LOS EM DIREÇÃO À TESTA USANDO O INDICADORÉ uma maneira de esconder-se por trás dos óculos. Isso ajuda a ocultar sentimentos que não queremos mostrar ou disfarçar um incômodo.
Levando a bolsa
NO OMBRO DIREITO, QUANDO SE É DESTRAO lado direito do corpo é comandado pelo hemisfério esquerdo do cérebro, ligado à cognição, lógica, autoridade. Então, se carregamos a bolsa no ombro direito e somos destras, isso revela uma personalidade direta.

NO OMBRO ESQUERDO, QUANDO SE É CANHOTA
É canhota e leva a bolsa do lado esquerdo? É provável que seu perfil seja mais ligado à intuição e à imaginação.
Acendendo o cigarro dos outros
ESTICANDO O BRAÇOO gesto, defensivo, deixa claro que a distância não deve ser ultrapassada. Você quer proteger o seu campo de intimidade.
DOBRANDO O BRAÇO, OBRIGANDO O OUTRO A SE APROXIMAR
A zona de confiança fica entre 15 e 50 cm, onde podemos ouvir um susurro e o ritmo da respiração do outro. O gesto é um convite para adentrar nesse espaço íntimo mesmo. Pode ser também uma franca tentativa de sedução.
Você já se pegou fazendo um desses gestos? Conte pra gente.

Comentários