Prefeitura do Rio compra mais de R$ 1 milhão de laboratório do bicheiro Cachoeira


Vitapan
Recibo de pagamento à Vitapan
A prefeitura do Rio de Janeiro comprou mais de R$ 1 milhão em medicamentos da indústria farmacêutica Vitapan, no ano passado e, no em 2010, as compras da prefeitura do Rio neste laboratório ficaram em R$ 400 mil. A Vitapan, segundo levantou o deputado Anthony Garotinho (PR-RJ), pertence a Andreia Aprígio, ex-mulher do bicheiro Carlos August Ramos, o Carlinhos Cachoeira, que teria permanecido com a empresa mesmo depois da recente separação.
“Além disso, Marco Aurélio Limírio, irmão do novo dono do Hotel Nacional, já foi sócio da Vitapan. A empresa de medicamentos genéricos era a mais vistosa fonte de recursos legais de Cachoeira. Mesmo depois da separação, o contraventor continuou despachando dali”, afirma o parlamentar, em seu blog na internet.


“Mas vejam os elos que se entrelaçam. Andréia, a ex do contraventor, também tornou-se sócia, no lugar de Cachoeira, do ICF – Instituto de Controle de Fármacos. Ali, outro sócio é o empresário Marcelo Limírio (o novo dono do Hotel Nacional), por sua vez sócio do senador Demóstenes Torres na Nova Faculdade, em Contagem (MG). O ICF é a empresa encarregada de dar a primeira certificação de qualidade aos medicamentos genéricos produzidos em Goiás. Pelo conteúdo até aqui divulgado dos grampos feitos pela PF, já se sabe que Demóstenes costumava fazer pesadas gestões na Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária –, em favor da Vitapan. Ou seja: Cachoeira fabrica, indiretamente, pela Vitapan; obtém certificação no ICF; e ainda faz lobby na Anvisa por meio de Demóstenes”, escreveu o ex-governador fluminense.
Ainda segundo Garotinho, “o megaempresário Marcelo Limírio, que é sogro do secretário da Indústria e Comércio de Goiás, é uma potência econômica e financeira. Vendeu a Neoquímica, laboratório de medicamentos, para o grupo Hypermarcas, mas ficou com parte na sociedade, construiu uma universidade em Minas Gerais, comprou Hotel Nacional, no Rio, com uma mãozinha de Eduardo Paes, e adquiriu, com alguns sócios, uma gigantesca fazenda em Wagner Canhedo, no norte goiano”.
Fotos ilustrativas
Garotinho revelou, em seu blog, no início do mês, as fotos do dono da empreiteira Delta, Fernando Cavendish, do secretário estadual de Saúde, Sérgio Côrtes, e de Governo, Wilson Carlos, o secretário municipal de Urbanismo do Rio de Janeiro, Sérgio Dias; além do empresário amigo de Cabral Georges Sadala. “O Rio já viu a Gangue das Bicicletas que atacava os ciclistas na Lagoa. Teve também a Gangue do Cabelo que atacava mulheres na Zona Norte para cortar-lhes o cabelo e depois vender. O nosso blog revelou para o Brasil, a Gangue dos Guardanapos que assalta os cofres públicos”, conclui o parlamentar.
Procurada pelo Correio do Brasil, a indústria farmacêutica Vitapan não retornou as ligações.

Comentários