Faixa em Copacabana fará alerta sobre proibição da venda de crack



Vídeo mostra reação de usuários do Jacarezinho, onde venda foi proibida.
Rio de Paz chama a atenção para migração de usuários para outros bairros.

Marcelo Ahmed

O Movimento Rio de Paz pretende estender uma faixa na Praia de Copacabana, neste domingo (24), alertando para as consequências da proibição da venda de crack na Favela do Jacarezinho, no Jacaré, subúrbio do Rio de Janeiro. Com a mensagem "Emigrante do crack: quem o acolherá?", Antônio Carlos Costa, presidente do Rio de Paz, quer chamar a atenção das autoridades para a possível migração dos usuários da droga para outros bairros.
“O governo tem que acompanhar de perto essas pessoas. Essa decisão vai provocar uma série de desdobramentos sociais. Pode haver furtos, assassinatos, além da crise de abstinência”, declarou Costa, acrescentando que considera a medida positiva: “Vender isso é vender morte”.
Na quarta-feira (20), o tráfico fixou cartazes no Jacarezinho avisando sobre a proibição do comércio do crack. Na ocasião, Costa gravou um vídeo (veja acima) com alguns usuários, que se manifestaram sobre a nova ordem dos traficantes.
Faixa sobre crack (Foto: Divulgação/Rio de Paz)Reprodução da faixa que será estendida nas areias da praia de Copacabana (Foto: Divulgação/Rio de Paz)
“Eles vão correr atrás de onde tem a droga”, disse um dos consumidores. O grupo estima em “milhares de pessoas” os usuários de crack no Jacarezinho e nas favelas vizinhas de Mandela e Manguinhos, onde a proibição foi estendida. O local abriga a maior cracolândia do Rio de Janeiro.
“Isso está contaminando os filhos das pessoas que moram na comunidade. Eles também passam a usar”, afirmou outro viciado.
A faixa do Rio de Paz terá 7 metros de comprimento e será estendida nas areias da praia, em frente à Rua Princesa Isabel, às 16h.Em um outro vídeo, uma mulher diz que o vício não compromete o cuidado com seus três filhos. ”Fico calma, normal, tranquila”, comentou. Alguns dias depois, ela e o marido, também usuário da droga, perderam a guarda das crianças.
Proibida a venda de crack no Jacarezinho (Foto: Divulgação/Rio de Paz)Cartaz avisa sobre a proibição da venda de crack no Jacarezinho (Foto: Divulgação/Rio de Paz)

Comentários