Justiça concede liminar para preservar quiosques em Búzios


A Prefeitura de Búzios conseguiu revogar a decisão do Ministério Público Federal (MPF), que determinava a retirada dos nove quiosques da Praia da Ferradura. Após a ação civil pública movida pelo município, o pedido foi acatado pela juíza da 2ª Vara Federal de São Pedro da Aldeia, Angelina de Siqueira Costa. A partir da nova decisão, os quiosques permanecem, já que os problemas ambientais foram atribuídos à desordem na areia.
Para reverter o problema, a Secretaria de Meio Ambiente e Pesca de Búzios está criando um novo decreto, com o objetivo de restringir o número de mesas e cadeiras na areia da Praia da Ferradura. A partir desse documento, os quiosqueiros só poderão dispor esses itens após a solicitação dos clientes. A medida visa o ordenamento da praia, grande responsável pelos danos ambientais ao local. 
Para o local está previsto ainda um projeto a longo prazo de reordenação da orla da praia, que vem sendo elaborado desde o ano passado, com a ideia de criar o Parque da Ferradura. Toda a área do entorno da Lagoa da Helena até o espaço hoje ocupado pelos quiosques, será reurbanizada. Com a nova proposta, que deverá ser colocada em execução até o final do ano, haverá menor adensamento na área, o que possibilitará uma melhor visualização do mar.

Comentários