'Madagascar 3', o melhor da série, estreia nesta quinta


Terceiro filme tem cenas que já nasceram clássicas, como a perseguição de carros em 3D

Personagens perdem-se na Europa - AP
No primeiro filme da série Madagascar, os animais, presos no zoo de Nova York, sonhavam com a volta às origens. OK, desconte o fato de que são figuras de animação, mas o tema da alienação urbana é universal. As pessoas podem se identificar com ele. Há 50 anos, em O Eclipse, Michelangelo Antonioni mostrou sua protagonista, Vittoria (Monica Vitti), numa dança africana desenfreada, tentando reencontrar o primitivo. No segundo filme da série, os animais, depois de experimentar o gosto da savana, querem voltar para casa - para o zoo. De ...E o Vento Levou a E.T. ePrometheus - que ainda vai estrear -, o retorno ao lar é um dos temas por excelência de Hollywood. No 3, iniciada a jornada de volta, Alex, Marty, Gloria e Melman perdem-se na Europa.

Não foi só por isso que a empresa produtora DreamWorks usou a vitrine do maior festival de cinema do mundo - Cannes - para fazer o lançamento de Madagascar 3. Foram quase todos - os diretores Eric Darnell e Tom McGrath, os atores Ben Stiller, Chris Rock, David Schwimmer, Martin Short, Jada Pinkett Smith e Jessica Chastain, que fornecem a voz aos personagens. Faltou a principal - Frances McDormand é a alma (danada) de Madagascar 3. Ela faz a Capitaine Chantel DuBois, que move implacável perseguição aos animais fugitivos.

Chantel detesta animais selvagens soltos, mas o que a excita, em especial, é a possibilidade de capturar seu primeiro leão. Apertem os cintos - a caçada vai ser movimentada, e divertida. "A história sempre foi o mais importante", advertem os diretores. "Se fosse só um monte de piadas alinhavadas, Madagascar não teria feito todo esse sucesso. Foi preciso que o público se interessasse e se preocupasse pelos nossos personagens. Nunca tivemos uma vilã como Chantel. Ela é o motor da história."

O motor, sim, turbinado pela atuação vocal espetacular de Frances McDormand, que, infelizmente, não participou do tapete vermelho do filme nem das rodadas de entrevistas na Croisette. A grande cena é a da perseguição, que ocorre perto dali, em Monte Carlo, também na Côte d'Azur. Pense em Bullitt, de Peter Yates, em Operação França, de William Friedkin. Esqueça - a perseguição de carros de Madagascar 3 rompe os limites do real e, em 3D, propõe uma experiência vertiginosa e extraordinária. A maior perseguição do cinema? Crianças, levem seus pais. Eles vão adorar.


Comentários