Mais de 7,5 milhões serão identificados por impressão digital nas eleições

Cerca de 7,5 milhões de eleitores brasileiros devem ser identificados por meio das impressões digitais no momento da votação nas eleições municipais de outubro, segundo um balanço preliminar divulgado pela Justiça Eleitoral.

Sérgio Lima - 28.mai.10/Folhapress
Identificacao biométria da urna eletrônica
Identificacao biométria da urna eletrônica da Justiça Eleitoral

O número será atualizado no próximo mês quando se encerra o processamento e a auditoria do cadastro de eleitores.
O cadastramento já foi realizado em 295 municípios de 24 Estados. Faltam os Estados de Amazonas e Roraima e o Distrito Federal, que ainda não iniciaram a revisão eleitoral para uso da biometria (tecnologia utilizada para reconhecimento por meio de impressões digitais).

O sistema foi realizado pela primeira vez nas eleições municipais de 2008, em três cidades brasileiras: Colorado do Oeste (RO), Fátima do Sul (MS) e São João Batista (SC). Nesta eleição, foram cadastrados mais de 40,7 mil eleitores.
A expectativa do TSE é que até 2018 todos os eleitores possam votar após serem identificados pelas impressões digitais.
BIOMETRIA
O leitor biométrico acoplado à urna eletrônica confirma a identidade de cada eleitor, comparando o dado fornecido (impressões digitais) com o banco de dados disponível.
A medida torna praticamente inviável a tentativa de fraude na identificação do eleitor.

Comentários