Portaria amplia número de funcionários nos Correios


Limite máximo foi alterado pelo Ministério do Planejamento.

Empresa anunciou que vão ampliar quadro em 9.904 funcionários.
Carteiros de MT (Foto: Reprodução/TVCA)

A Secretaria Executiva do Ministério do Planejamento e o Departamento de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (Dest) publicaram nesta quinta-feira (28), no “Diário Oficial da União”, a portaria nº 15, que altera o limite máximo para o quadro de pessoal próprio da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT). O número passará para 127.001 empregados, conforme o seguinte cronograma: a partir de 1º de julho de 2012 para 120.399 empregados, a partir de 1º de janeiro de 2013 para 123.700 empregados e a partir de 1º de abril de 2013 para 127.001 empregados.
Para fins de controle do limite do quantitativo de pessoal próprio da ECT, ficam contabilizados, além dos empregados efetivos ingressantes por intermédio de concursos públicos, os empregados que têm cargos, empregos ou funções comissionadas, os empregados que estão cedidos a outros órgãos, os empregados requisitados de outros órgãos e os empregados que estão afastados por doença, por acidente de trabalho, ou por qualquer outra razão.
De acordo com a portaria do Planejamento, a ECT fica autorizada a gerenciar seu quadro de pessoal próprio, praticando atos de gestão para repor empregados desligados ou que vierem a se desligar do quadro funcional, desde que seja observado o limite estabelecido e as dotações orçamentárias aprovadas.
Os Correios anunciaram na quarta-feira (27)  que vão ampliar seu quadro de pessoal com a contratação de 9.904 funcionários. A ampliação foi autorizada pelo Ministério do Planejamento. A empresa poderá contratar os aprovados do atual concurso, realizado em 2011, que estão em cadastro de reserva para os cargos e localidades em que haja necessidade. Para atender a outras localidades e cargos que não tenham cadastro disponível, os Correios realizarão novo concurso no segundo semestre.

A maioria das vagas aprovadas é para a área operacional, para os cargos de carteiro e operador de triagem e transbordo. Atualmente, a empresa conta com 115 mil empregados, sendo 57 mil carteiros.
A autorização prevê que o preenchimento das vagas seja forma escalonada, sendo 3.302 vagas para contratação imediata, a partir de 1º de julho, 3.301 a partir de 1º de janeiro de 2013 e 3.301 a partir de 1º de abril de 2013.
No ano passado, os Correios realizaram concurso para todas as áreas da empresa. Até o momento, 10.381 aprovados foram contratados. A seleção teve sua vigência prorrogada por mais 1 ano.
 

Comentários