Rio de Paz realiza protesto para chamar atenção sobre a migração de usuários de crack


Traficantes decidiram não vender mais a droga no Jacarezinho
O Movimento Rio de Paz realizou um protesto, na tarde deste domingo (24), na praia de Copacabana, para denunciar a migração dos usuários de crack da favela do Jacarezinho, na zona norte, para outras regiões do Estado, como a Baixada Fluminense.

De acordo com o movimento, um levantamento preliminar nas cracolândias do Jacarezinho, realizado durante o fim de semana, detectou que haverá uma grande migração dos usuários da droga para outras comunidades.
— São homens, mulheres e até crianças que, a partir da proibição da comercialização do crack na comunidade pelos próprios traficantes, serão obrigados a sair de suas moradias de origem, ficando sem teto.
Com a intenção de pedir que as autoridades tomem medidas sobre a questão, os voluntários fixaram uma faixa em frente à rua Princesa Isabel, em Copacabana, na zona sul , com a frase “SOS migrante do crack: quem o acolherá?”.
Segundo a ONG, a manifestação é uma maneira de prestar solidariedade aos próprios usuários da droga e pedir que as autoridades estejam atentas.
Assista ao vídeo:


Comentários