Ações da TIM despencam após suspensão de venda de chips

Nayara Fraga
Por Reuters
As ações da TIM Participações desabaram na bolsa paulista, a Bovespa, nesta quinta-feira, após a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) ter suspendido as vendas de serviços da operadora em 18 Estados e no Distrito Federal, e arrastaram as ações de sua controladora na Itália, a Telecom Italia.

Em sentido contrário, a ação preferencial da Oi, que teve suas vendas suspensas em cinco Estados, terminou o dia no campo positivo.
“As ações da Oi devem ser menos impactadas entre as três empresas sancionadas”, afirmou o analista do Rizwan Ali, do Deustche Bank, em relatório nesta quinta-feira.
Segundo ele, os cinco Estados em que a operadora está proibida de vender serviços representam apenas 5% de suas vendas totais.
Além disso, a Oi poderia se beneficiar da lacuna deixada pela suspensão das vendas da TIM e da Claro em outros Estados, incluindo o importante mercado de São Paulo.
“A percepção é que a Oi foi menos prejudicada em relação a TIM”, disse o operador Luiz Roberto Monteiro, da corretora Renascença. “Como foram menos Estados, a sensação entre os investidores é de que os problemas talvez sejam mais rápidos para resolver para Oi que para a TIM.”
Punição
As sanções anunciadas pela Anatel na véspera valem a partir da próxima segunda-feira e quem desobedecer poderá enfrentar um multa diária de R$ 200 mil.
Além da suspensão das vendas, as operadoras também terão de apresentar em até 30 dias um plano de investimentos. Vivo, Sercomtel e CTBC escaparam da suspensão das vendas, mas também precisarão apresentar um plano de investimentos.
As ações da TIM fecharam em queda de 8,88%. As sanções à empresa impactaram também nos papéis de sua controladora, a Telecom Italia, que recuaram 7,06% na bolsa italiana hoje, sendo que suas negociações chegaram a ser suspendidas mais cedo, em razão da forte queda.
Oi fechou o dia em alta de 5,02%. Vivo teve queda mais fraca, de 1,52%, após ter operado em alta no início dos negócios.
Enquanto isso, o Ibovespa avançou 1,40% no dia, aos 55.346,65 pontos. A operadora Claro não tem ações na bolsa paulista.
-

Comentários