Bom dia! Vamos com as principais notícias dos jornais desta sexta-feira, 6 de julho.


 


 


 

Jornais nacionais
O Estado de S.Paulo
Atos da CPI viram duelo entre governo e oposição
O Globo
BCs da Europa e da China se unem para socorrer economia
Valor Econômico
Juros caíram de 12% a 17% desde março
Correio Braziliense
ONU investiga se golpe da adoção é tráfico de pessoas
Estado de Minas
Agora é pra valer
Zero Hora
Quem são, onde estão e qual o salário básico dos CCs da Assembleia
Brasil Econômico
Mesmo com queda na produção, ICMS da indústria bate recorde
*
Jornais internacionais
The New York Times (EUA)
Três bancos centrais agem para estimular empréstimos
Le Monde (França)
Um quarto das universidades está em virtual falência
El País (Espanha)
Queda dos juros choca com desconfiança dos mercados
Clarín (Argentina)
Videla é condenado a 50 anos de prisão pelo roubo de bebês
O Globo
Manchete: BCs da Europa e da China se unem para socorrer economia
Inglaterra pode imprimir dinheiro contra recessão; Dinamarca terá juro negativo
Numa ação coordenada semelhante à que ocorreu no auge da crise de 2008, após a quebra do banco Lehman Brothers, ontem, em menos de uma hora, três grandes bancos centrais no mundo anunciaram medidas de estímulo à economia, com corte de taxas de juros e injeção de recursos no sistema financeiro. O Banco da Inglaterra foi o primeiro a admitir que pode imprimir dinheiro e comprar 50 bilhões de libras em papéis nos mercados para evitar que o Reino Unido mergulhe numa recessão maior. Um pouco depois, o Banco Popular da China reduziu a taxa básica de empréstimo, de 6,31% para 6%. E o Banco Central Europeu (BCE) baixou os juros de 1% para 0,75%. Enquanto isso, para evitar uma entrada forte de euros na sua economia — em busca de juros melhores — o Banco Central da Dinamarca baixou as taxas de 0,05% para -0,2%, ficando, portanto, negativas. O objetivo é evitar uma valorização excessiva da coroa dinamarquesa, já que o país não faz parte da zona do euro. Uma moeda muito forte artificialmente provoca uma desaceleração das exportações do país e reduz competitividade. (Págs. 1 e 29)

Erros humanos em dose dupla
Saem conclusões do voo 447 e de Fukushima




O relatório final do Escritório de Investigações e Análises da França (BEA) que investigou a queda do voo 447 da Air France, em 2009, concluiu que o acidente que matou 228 pessoas foi provocado por uma combinação de falhas humanas (como reações inadequadas da tripulação em situação de estresse) e técnicas (nos instrumentos do Airbus). Outro relatório, o do acidente nuclear de Fukushima, também afirma que houve falhas humanas. (Págs. 1, 21 e 37)

Recontagem de votos confirma o triunfo de Peña Nieto no México (Págs. 1 e 36)


Chávez: Senado do Paraguai quis vender ingresso no Mercosul (Págs. 1 e 36)


Pacote protege Rio como patrimônio
Decreto cria hoje Unidades de Patrimônio da Humanidade, novas Apacs e um fundo, financiado com a taxação de eventos em parques e praças, além de financiamento para reformas de imóveis. (Págs. 1, 15 e 16)
Na previsão de gastos, Paes larga em 1º
O prefeito Eduardo Paes prevê gastar R$ 25 milhões na campanha que começa hoje. É mais que a soma de Rodrigo Maia, Otávio Leite, Aspásia Camargo e Marcelo Freixo, que planejam despesas de R$ 23 milhões. (Págs. 1 e 3)
PF prende ex-presidente da Valec
A Polícia Federal prendeu José Francisco das Neves, ex-presidente da Valec, acusado de fraudar licitações. A CPI do Cachoeira convocou Fernando Cavendish, dono da Delta, que recebeu R$ 574 milhões da Valec. (Págs. 1, 12 e 13)
Chico na mira do SNI
Além de ter músicas censuradas na ditadura, Chico Buarque foi monitorado de perto pelos militares. Documentos dos órgãos de informação mostram vigilância contínua sobre o compositor e a revolta de Chico, ao depor: “Não vou responder mais nada.” (Págs. 1 e 14)
Físico brasileiro expõe desafios da era pós-bóson (Págs. 1 e 38)


Fotolegenda: Velhice na prisão por roubo de bebês
O ex-ditador argentino Jorge Videla, de 86 anos, ouve a sentença de 50 anos de prisão pelo plano sistemático de roubo de bebês, organizado durante o regime militar. A sentença histórica, que coroa uma luta de mais de 30 anos das Avós da Praça de Maio, condenou também o ex-ditador Reynaldo Bignone e outros sete acusados. (Págs. 1 e 35)
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo
Manchete: BCs da China e da Europa cortam juros contra a crise
Para também estimular a economia, órgão inglês eleva a oferta da moeda

Os bancos centrais da zona do euro e da China reduziram as taxas de juros para estimular o crescimento da economia. Em outra frente, com o mesmo objetivo, o Banco da Inglaterra (o BC do Reino Unido) elevou a oferta de moeda no mercado.

O BCE (Banco Central Europeu) cortou os juros de 1% para 0,75%, o menor índice desde a criação do euro. Na segunda redução em um mês, o BC chinês surpreendeu ao baixar a taxa em 0,25 ponto percentual, para 6%. (Págs. 1 e Mundo A9)

Órgão vê falha de pilotos na queda do voo RJ Paris
O relatório final que investigou o acidente do voo 447 da Air France, em 2009, que fazia a rota Rio-Paris, conclui que pilotos mal treinados foram os principais responsáveis pela queda. Segundo o documento, eles não souberam reagir a uma série de falhas. O avião começou a cair após os pilotos assumirem o comando.

Segundo o relatório, com intervenção adequada da tripulação, as falhas não derrubariam avião. (Págs. 1 e Cotidiano C4)

Análise

Elevada automação dos aviões pode ter pervertido forma de treinar pilotos, diz Igor Gielow. (Págs. 1 e C4)

CPI convoca 4, mas garante silêncio para os depoentes
A CPI do Cachoeira desengavetou convocações polêmicas, mas deu garantias de que os depoentes não serão questionados.

Foram chamados a depor Fernando Cavendish, dono da empreiteira Delta, Luiz Antonio Pagot, ex-diretor do Dnit, Paulo Vieira de Souza, o Paulo Preto, ex-diretor da Dersa, e o prefeito de Palmas (TO) Raul Filho. (Págs. 1 e Poder A5)

Ex-dirigente estatal federal das ferrovias é preso pela PF
A Polícia Federal prendeu José Francisco das Neves, ex-presidente da Valec Engenharia, estatal responsável por ferrovias federais, a mulher, o filho e um sócio.

A operação teve como foco identificar o patrimônio considerado suspeito de Neves, que chega a R$ 60 milhões.

O advogado de Neves disse que a ação é uma “espetacularização” da PF. (Págs. 1 e Poder A4)

Vendas de micro-ondas disparam 37% neste ano (Págs. 1 e Mercado B1)


Lentes da repressão
A Lei de Acesso à Informação levou o Arquivo Nacional a liberar fotografias do extinto SNI (Serviço Nacional de Informações). Feitas na ditadura militar, as 5.000 imagens retratam pessoas acusadas de subversão e de envolvimento com a luta armada.

Há imagens do jornalista Vladimir Herzog anexadas a papéis do IML datados de 25 de outubro de 1975, dia da sua morte. Milton Nascimento e a atriz Renata Sorrah, entre outros, foram registrados em ato pela anistia em 1979. (Págs. 1 e Poder A8)

Marina Silva
O foco do país não está na formação da sua juventude

Quando a greve em 95% das universidades quase não é percebida, é porque o “foco” do país não está na formação dos jovens. (Págs. 1 e Opinião A2)

Ex-ditador Videla é condenado por sequestrar bebês (Págs. 1 e Mundo A12)


Aeroportos de SP ainda não têm licença ambiental (Págs. 1 e Mercado B5)


Editoriais
Leia “EUA encalacrados”, sobre recuperação econômica aquém do esperado, e “Multas e risco moral”, acerca de baixa eficiência de vários órgãos federais. (Págs. 1 e Opinião A2)
------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo

Manchete: Atos da CPI viram duelo entre governo e oposição
Convocações para depoimentos levam em conta critérios que podem influir em eleições municipais

Os integrantes da CPI do Cachoeira aprovaram ontem a convocação de Fernando Cavendish (Delta Construções), Luiz Antônio Pagot (ex-diretor do Dnit) e Paulo Vieira de Souza, conhecido como Paulo Preto (ex-diretor da Dersa). Os três só prestarão depoimento após 31 de julho, final do recesso parlamentar. E não serão obrigados a falar, já que se tornou prática os convocados pela CPI apresentarem habeas corpus para não responder às perguntas dos parlamentares. A convocação de Paulo Preto é um recurso que o PT pode lançar mão visando às eleições. Ele é acusado por Pagot de usar a Dersa - responsável pelas obras rodoviárias no Estado de São Paulo - para fazer caixa 2 para campanhas de tucanos. Antes do recesso, os parlamentares pretendem ouvir o prefeito de Palmas, Raul Filho (PT). (Págs. 1 e Nacional A4)

PF prende ‘faxinado' da Valec
A PF prendeu José Francisco das Neves, afastado da presidência da estatal Valec na “faxina" do governo. Ele é acusado de corrupção. (Págs. 1 e Nacional A6)
Fotolegenda: Maratona pré-eleitoral
Marinho, Dilma e Lula em São Bernardo: prefeitos que tentam reeleição correm para inaugurar obras antes da restrição eleitoral. (Págs. 1 e Nacional A10)
Voo 447: avião fez pilotos errarem, diz relatório final
O relatório final do órgão francês que investigou a tragédia do voo 447 Rio-Paris da Air France, que matou 228 pessoas em 2009, afirma que equipamentos de navegação do Airbus A-330 deram ordens aos pilotos para que ganhassem altitude. A decisão levou à perda de sustentação e à queda da aeronave. A informação isenta em parte a tripulação, sobre a qual vinha recaindo a culpa. Criticado por parentes de vítimas, o relatório aponta ainda que houve falhas técnicas no avião, lacunas no treinamento da Air France e omissões das agências de aviação europeias. (Págs. 1 e Cidades C1 e C3)
Chávez retira adidos militares do Paraguai
A Venezuela anunciou a retirada do pessoal militar de sua embaixada em Assunção, alegando perseguição e ameaça de morte. No Paraguai, crescia a pressão no Congresso para que o governo de Federico Franco expulsasse os adidos militares venezuelanos, em meio a crescente troca de farpas entre os dois países iniciada com a deposição de Fernando Lugo, no dia 22. (Págs. 1 e Internacional A12)
Gripe H1N1 já matou mais que em 2011
O Brasil registrou de janeiro até ontem ao menos 120 mortes em decorrência da gripe H1N1 (gripe suína), segundo levantamento feito pelo Estado em todo o País. O número é pelo menos quatro vezes maior do que o registrado em 2011 (27 mortes). O Ministério da Saúde diz não haver surto nem epidemia. Os três Estados do Sul somam 74 mortes, 45 só em Santa Catarina. (Págs. 1 e Vida A16)
Montadoras reduzem estoque
Com a redução do IPI, foram vendidos em junho 353,2 mil veículos, 22,9% mais que em maio. O estoque caiu de 43 para 29 dias, considerado “saudável” pelo setor. (Págs. 1 e Economia B1)
Fernando Gabeira
Fantasmas no caminho

A decadência política e o aparente esgotamento na economia não passam despercebidos. É uma ilusão esperar que sejam fatos naturais. (Págs. 1 e Espaço Aberto A2)

John M. Ackerman
A volta do dinossauro mexicano

A surpresa não está no fato de os mexicanos votarem retrospectivamente, e sim no fato de acreditarem que o PRI pode levá-los para frente. (Págs. 1 e Visão Global A14)

Notas & Informações
O desmonte do Mercosul

Na aritmética do bloco, o acréscimo de um sócio como a Venezuela é uma diminuição. (Págs. 1 e A3)

------------------------------------------------------------------------------------
Correio Braziliense

Manchete: ONU investiga se golpe da adoção é tráfico de pessoas
O Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime apura se há ligações entre as adoções forjadas de brasileiros adultos por europeus para a exploração desses cidadãos em países como Portugal e Reino Unido. Segundo a organização da ONU, existem hoje, partindo do Brasil, 131 rotas de tráfico de seres humanos no mundo. "Essa pode, sim, ser uma nova modalidade para convencer as pessoas a irem para a Europa para serem exploradas", diz Rodrigo Vitória, coordenador da representação da ONU no Brasil. Essa hipótese já está na mira também da Interpol, a polícia internacional. As investigações foram abertas depois de reportagens do Correio Braziliense apontarem a fraude em cidades goianas. (Págs. 1 e 7)
Supremo ignora juiz e divulga salários
A decisão de juiz da 22ª Vara Federal para que seja suspensa a divulgação dos vencimentos de servidores não será seguida pelo STF que manteve seus contracheques abertos. “O princípio da transparência dará a palavra final, disse o presidente da corte, Ayres Britto. (Págs. 1, 2 e 21)
CPI esquenta com dono da Delta, Pagot e Paulo Preto
Em dia de embate na CPI do Cachoeira, a oposição emplacou a convocação de Fernando Cavendish, da Delta; de Luiz Antônio Pagot, ex-diretor do Dnit; e do prefeito de Tocantins, o petista Raúl Filho. Governistas contra-atacaram chamando Paulo Preto, ex-arrecadador de campanha de Serra, em 2010. (Págs. 1 e 3)
PF prende Juquinha, ex-chefe da Valec, a estatal ferroviária (Págs. 1 e 4)


Argentina: General condenado
Finalmente, uma vitória para as Avós da Praça de Maio, organização que procura bebês desaparecidos na ditadura argentina (1976-1903): o general Jorge Rafael Videla foi condenado a 50 anos de reclusão, pelo roubo de filhos de presos políticos. (Págs. 1 e 16)
Racismo: Homem terá de pagar R$ 15 mil a copeira (Págs. 1 e 24)


Crise global: Cresce risco de demissão na indústria
A desaceleração econômica provocou a primeira queda na massa salarial desde 2006. Com o recuo no faturamento do setor, há perspectiva de fechamento de postos de trabalho. As falências subiram 11% no primeiro semestre. (Págs. 1 e 10)
BCs da China e da UE cortam juros para deter crise (Págs. 1 e 9)


------------------------------------------------------------------------------------
Valor Econômico

Manchete: Juros caíram de 12% a 17% desde março
A cruzada da presidente Dilma Rousseff contra os juros altos cobrados pelos bancos no Brasil tem um resultado que pode ser analisado pela velha metáfora do copo meio cheio ou meio vazio. Entre março e junho, os maiores bancos de varejo do país - Banco do Brasil, Itaú, Caixa, Bradesco, Santander e HSBC - reduziram as taxas cobradas nas principais linhas de crédito para pessoas físicas e jurídicas, como crédito pessoal, veículos e capital de giro, num intervalo médio que vai de 12% a 17%.

Porém, quando se observam as taxas cobradas após os cortes e a intensidade das reduções principalmente nos bancos privados fica claro que o país ainda está longe de ter custo de crédito em níveis civilizados, especialmente nas linhas de curtíssimo prazo. (Págs. 1 e C14)

Fotolegenda: Persistência
O ministro Mantega disse ao "Valor" que os subsídios do BNDES devem permanecer enquanto os bancos privados não assumirem o papel de fornecedores de crédito de longo prazo. (Págs. 1 e A14)
CVM observa os fundos de dívida privada
O número de fundos dedicados a papéis privados, que podem alocar acima de 50% nesses ativos, mais do que dobrou desde 2009, passando de 204 para 707. Seu crescimento preocupa a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e gestores. O gerenciamento da liquidez é apontado como um dos flancos vulneráveis. Os cotistas podem resgatar o dinheiro sem restrições de prazo, enquanto os papéis que recheiam as carteiras não são líquidos. O Bradesco suspendeu a captação desses fundos e lançou dois outros com prazo maior para resgate, com 30 e 90 dias. Nos fundos da Western Asset com maioria de papel privado, a carência para resgate já é de 121 dias. (Págs. 1 e C1)
Trem-bala terá licitação externa
O projeto do trem de alta velocidade (TAV) deixou o limbo e foi retomado pelo governo. Até o fim do ano, a estatal Etav, que coordena o empreendimento, fará licitação internacional para contratar a empresa ou consórcio que assumirá a elaboração do projeto executivo de engenharia do trem-bala. A decisão de realizar uma concorrência internacional se deve ao fato de o Brasil não ter mão de obra especializada nesse tipo de empreendimento. A expectativa do governo é que empresas nacionais associem-se a companhias estrangeiras para a disputa.

O estudo deverá demorar ao menos um ano para ser concluído. O projeto de engenharia custará cerca de R$ 540 milhões, segundo estimativa preliminar. (Págs. 1 e A5)

País produzirá combustível de algas
A See Algae Technology (SAT), empresa austríaca fornecedora de infraestrutura para produção industrial de algas, anuncia hoje a assinatura de um acordo com o grupo sucroalcooleiro JB, de Pernambuco, para a criação da primeira planta comercial de produção de biocombustível a partir de microalgas marinhas no Brasil. Com investimento inicial de € 8 milhões, a SAT iniciará nos primeiros meses de 2013 a construção da planta adjacente à usina de Vitória de Santo Antão, no Recife, no primeiro projeto do mundo com escala industrial para a produção desse combustível. (Págs. 1 e B11)
O que influi no voto de cada juiz do mensalão
O julgamento do mensalão será técnico ou político? Aparentemente, trata-se de uma falsa questão difundida pelos réus e seus advogados. O julgamento pode ser técnico, sem deixar de ser político. A resposta está nas mãos dos 11 ministros que integram o Supremo Tribunal Federal (STF). No entanto, mesmo que as bases para o voto de cada um sejam eminentemente técnicas, o fato de ser o maior escândalo político do governo Lula faz da audiência uma receita para o julgamento do PT (e dos mensalões do PSDB e do DEM de Brasília).

Será uma batalha entre os ministros que querem fazer um debate de puro direito penal e os que também consideram legítimo ao Tribunal se posicionar no espírito da lei, mas segundo interpretação mais ampla, sobre princípios de moralidade e conduta na administração pública. Antigamente, os políticos costumavam recitar a máxima segundo a qual "voto de juiz, barriga de mulher e urna, só depois do resultado". Hoje, talvez só cabeça de juiz seja um mistério. Embora seja possível tentar inferir o voto de um ministro do Supremo por fatores como a corrente jurídica à qual é associado, o caso do mensalão traz uma série de variáveis. (Págs. 1 e Eu & Fim de Semana)

Ex-presidente da Valec é preso
A Polícia Federal prendeu ontem, em Goiânia, o ex-presidente da Valec, José Francisco das Neves. Juquinha, como é conhecido, é investigado por suspeita de lavagem de dinheiro, formação de quadrilha, corrupção ativa e passiva. (Págs. 1 e A9)
Por carros, EUA levam China à OMC
Os EUA entraram com reclamação contra a China na Organização Mundial do Comércio (OMC) pela cobrança de impostos de importação sobre automóveis no valor de US$ 3,3 bilhões. (Págs. 1 e A11)
Justiça Federal condena Canhedo
A 7ª Vara da Justiça Federal em São Paulo condenou o ex-presidente da Vasp, Wagner Canhedo, a 8 anos, 8 meses e 17 dias de prisão por crime de apropriação indébita de contribuição previdenciária. O recurso já foi apresentado ao Tribunal. (Págs. 1 e B5)
Laureate avança no Nordeste
A Laureate, grupo americano de ensino, fechou sua 11ª aquisição no Brasil, a escola de negócios Cedepe, do Recife, que acabou de obter autorização do MEC para oferecer cursos de graduação. Também vai construir um novo campus em Salvador, diz José Roberto Loureiro. (Págs. 1 e B5)
Pesquisa mineral perde recursos
A crise internacional e as incertezas em relação ao novo marco regulatório do setor de mineração no Brasil reduzem os investimentos em pesquisas minerais e afetam, principalmente, as pequenas companhias do setor. (Págs. 1 e B7)
Expansão da Lopes no Paraná
A LPS Consultoria de Imóveis (Lopes) comprou 51 % da imobiliária Raul Ful- gêncio, de Londrina (PR), por R$ 36 milhões. Foi a 25a aquisição desde a abertura de capital, em 2010. (Págs. 1 e B8)
Etanol na hidrovia
O Estaleiro Rio Tietê, de Araçatuba (SP), deve iniciar a construção dos 20 comboios hidroviários (balsas e empurradores) encomendados pela Transpetro para o transporte de etanol na hidrovia Tietê-Paranã. O valor do contrato é de R$ 432,3 milhões. (Págs. 1 e B8)
Marfrig aumenta produção de aves
Estimulada pela concessão de um crédito de ICMS para a produção avícola no Estado de São Paulo, a Seara Foods, unidade de aves e processados da Marfrig, decidiu ampliar em 22,7% a produção de sua unidade de Amparo (SP). (Págs. 1 e B11)
MP eleva royalties da mineração
Regra incluída no projeto de conversão em lei da Medida Provisória nº 563, que ampliou o programa Brasil Maior, eleva os royalties pagos pelas mineradoras entre 10% e 15%. (Págs. 1 e E1)
Fraude com títulos públicos
A Receita Federal calcula que, desde 2010, entre R$ 580 milhões e R$ 1 bilhão em tributos tenham sido indevidamente suspensos por meio de fraudes na compensação com títulos da dívida pública antigos. (Págs. 1 e E1)
Idéias
Claudia Safatle

Expansão do investimento público, do crédito e do consumo será base do crescimento econômico em 2013. (Págs. 1 e A2)

Samuel Brittan

O que todas as formas de clientelismo têm em comum é a paixão pelo sigilo e o ódio pelas discussões abertas. (Págs. 1 e A13)

------------------------------------------------------------------------------------
Estado de Minas

Manchete: Agora é pra valer
Eleições em BH começam com troca de farpas entre tucanos e petistas

No último dia para registro de candidaturas eles já mostraram armas de ataque na disputa pela prefeitura. Do lado de Marcio Lacerda (PSB), o senador Aécio Neves (PSDB) criticou a tentativa de “nacionalização” da campanha, que começa oficialmente hoje. O próprio Patrus Ananias (PT), que governou a capital de 1993 a 1996, rebateu dizendo que “ao contrário de outros” tem “história com Belo Horizonte”. A perspectiva é de batalhas acirradas até o último voto. (Págs. 1, 3 a 5 e 8)

Fotolegenda: Proteção para os profetas
O restaurador Antônio Fernando Santos, do Iphan, chegou a Congonhas, Região Central de Minas, no comando de uma força-tarefa destacada para destruir micro-organismos que causam danos às 12 estátuas esculpidas em pedra-sabão por Aleijadinho no fim do século 18 e início do século 19. A praga aparece como manchas branco-esverdeadas e libera ácido corrosivo. É combatida a cada cinco anos desde 1990. (Págs. 1 e 27)
Mineração muda vilarejo de lugar
Moradores restantes do povoado de Plataforma, a 10 quilômetros do Centro de Congonhas, contam os dias para deixar o local e alegam prejuízo com a desapropriação. A pacata vila, de onde 100 famílias já saíram e outras 40 preparam as malas para fazer o mesmo, dará lugar a expansão de mina da CSN. Quem ficou para trás enfrenta nuvens de pó de minério e queda nas vendas no comércio. (Págs. 1 e 12)
Gripe suína causa 8ª morte este ano em Minas (Págs. 1 e 23)


Argentina
Ex-ditador condenado a 50 anos por sequestros de bebês. (Págs. 1 e 19)
------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Commercio
Manchete: Greve acaba sob protestos
TRT autorizou desconto dos dias parados de motoristas, fiscais e cobradores, ordenou volta ao trabalho e fixou reajuste de 7% para a categoria. Empresas ofereciam 5%. Resultado desagradou as duas partes e expôs racha no Sindicato dos Rodoviários. (Págs. 1 e Cidades 1)
Campanha toma conta das ruas
Começa oficialmente a temporada de corpo a corpo dos candidatos. No Recife, oito nomes disputam a sucessão de João da Costa. (Págs. 1 e 3 a 6)
Operadora de celular proibida de cobrar a multa de fidelização (Págs. 1 e Economia 1)


Cresce ameaça ao ano letivo da UFPE
Professores e técnicos em greve enviaram reivindicações ao retiro, entre elas a suspensão do calendário acadêmico. (Págs. 1, Editorial – 14 e Cidades 2)
Relator defende Marco Civil na internet
Câmara deve votar o texto na terça e o deputado Alessandro Molon diz que a regulamentação não fere a liberdade de expressão. É, garante, como uma constituição para internautas. (Págs. 1 e Capa Dois)
Combinação de erros na queda do Air France
Tragédia do voo 447, em 2009, foi fruto de falhas técnicas e dos pilotos, segundo relatório final. Associação de parentes de vítimas lamentou. (Págs. 1, 10 e 11)
------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora

Manchete: Quem são, onde estão e qual o salário básico dos CCs da Assembleia
Com base na Lei de Acesso à Informação, Legislativo entrega a ZH lista de nomes dos cargos de confiança e seus locais de trabalho, permitindo identificar a remuneração básica. Ainda faltam dados, como vantagens e gratificações salariais. (Págs. 1, 4, 5 e Rosane De Oliveira, 10)
Relatório final: Erros em série derrubaram o voo 447 da Air France
Falhas humanas e técnicas levaram à queda do avião que ia do Rio a Paris. (Págs. 1 e 36)
Fotolegenda: Tema de sala de aula
Alerta contra a gripe A mobiliza escolas, como o Colégio Santo Antônio, na Capital, onde prevenção virou lição. (Págs. 1, 34 e 35)
As proibições na disputa eleitoral a partir de hoje
Saiba o que candidatos podem e não podem fazer na busca pelo voto do eleitor. (Págs. 1, 6 e 10)
------------------------------------------------------------------------------------
Brasil Econômico

Manchete: Mesmo com queda na produção, ICMS da indústria bate recorde
Arrecadação de janeiro a abril deste ano somou mais de R$ 25 bilhões, alta de 5,15% em relação a 2011, enquanto atividade nas fábricas caiu 3,2%; para especialistas, vendas de produtos importados pelas empresas explicam a contradição. (Págs. 1 e 6)
Vendas despencam se IPI subir, dizem montadoras
Pelas regras atuais, incentivo fiscal acabará em agosto, mas empresas argumentam que, se não houver prorrogação, estoques de veículos voltarão a crescer. (Págs. 1 e 5)
Em junho, poupança tem maior captação dos últimos 10 anos
Apesar das novas regras, os R$ 5,11 bilhões só perdem para junho de 2002; no semestre, os R$ 14,85 bilhões representam um recorde desde o mesmo período de 1995. (Págs. 1 e 30)
Europa e China surpreendem e anunciam novo corte nos juros
Taxa básica do BCE cai para 0,75%, enquanto o BC chinês derruba índice para 6%, a segunda em dois meses. (Págs. 1 e 37)
Fim de desperdícios gera economia de R$ 500 mi em energia por ano
Para chegar a esse valor, empresas teriam que investir R$ 2 bi em equipamentos e mudança de hábitos. (Págs. 1 e 8)
Seguradoras passam a vender seus próprios títulos de capitalização
Porto Seguro, Icatu e Cardif estão de olho no potencial de R$ 15 bilhões do setor para este ano. (Págs. 1 e 30)
Exclusivo
O fundo Insight Capital compra fatiada Bionexo, site de compras do setor de saúde, que movimenta R$ 1 bilhão. (Págs. 1 e 3)
EBC Serviços

Comentários