CPJ condena assassinato de radialista em GO e cobra investigação

Na última terça-feira (10/7), o Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ) condenou o assassinato do radialista Valério Luiz de Oliveira, morto quando saía da Rádio Jornal 820 AM, em Goiânia (GO), e cobrou das autoridades uma investigação sobre o caso, informou a agência EFE.



"A violência letal contra a imprensa vem aumentado no Brasil nos últimos dois anos, e está minando a habilidade dos jornalistas de informar criticamente sobre qualquer questão importante para o público", disse o coordenador sênior do programa do CPJ para as Américas Carlos Lauría.

Valério foi assassinado na última quinta-feira (5/7) quando saía do trabalho. Ele foi morto a tiros por um homem que disparou uma arma seis vezes e, depois, fugiu em uma moto. 
do portal imprensa

Comentários