Detidos 29 membros de seita canibal que comeu 7 pessoas em Papua


Entre os presos, estão um professor e um menino de 13 anos
PapuaThe Telegraph
Imprensa internacional noticiou o fato temendo o adiamento das eleições na região, programadas para encerrar nesta sexta-feira (6)


Pelo menos 29 integrantes de uma seita canibal de Papua Nova Guiné foram detidos por matar e comer sete pessoas durante rituais de magia negra, informou nesta quinta-feira (5) a imprensa local.
Entre os detidos, estão um menino de 13 anos e um professor de uma escola de Biam, uma zona rural do litoral nordeste do país, indicou o chefe da Polícia Daniel Kapen ao diário The National.
O líder da seita e outros dois membros escaparam da batida realizada ontem à noite em Biam, uma semana depois de terem sido encontrados restos de um cadáver mutilado, segundo a polícia.

As mesmas fontes indicam que essa seita canibal é responsável pelo assassinato de ao menos quatro homens e três mulheres, cujos corpos foram usados em rituais de feitiçaria, uma prática corrente entre as tribos papuas que vivem nas zonas mais remotas.
do R7

    Comentários