Manobra de caças quebra vidros de prédio do STF


RASANTE ACIDENTAL


Um rasante de caças Mirage F-2000 da Aeronáutica destruiu os vidros do prédio do Supremo Tribunal Federal e quebrou parte dos do Congresso Nacional neste domingo (1º/7). De acordo com os bombeiros, ninguém ficou ferido. O prédio do Supremo foi isolado. A notícia é do portal R7.


Por volta das 10h, caças da Força Aérea Brasileira faziam piruetas no céu por ocasião da cerimônia da troca da bandeira na Praça dos Três Poderes, na Esplanada dos Ministérios. Segundo relatos, eles teriam passado muito próximo ao solo.
O deslocamento de ar, causado pelo som, pode ter provocado a ruptura dos vidros. No local, estilhaços estão espalhados devido ao acidente.
O prédio do STF teve cerca de 40 janelas quebradas (17 só na parte da frente) e, quando o caça passou sobre o prédio, foi ouvido um estrondo.
Em nota oficial, a Força Aérea informa que "uma onda de choque causou danos às vidraças de alguns órgãos públicos". Ela já começou a apurar o motivo do incidente e se comprometeu a ressarcir os prejuízos causados.
Geralmente aos domingos, o prédio recebe visitas guiadas. Por causa do recesso do Supremo, as visitas foram canceladas neste fim de semana. Não há previsão de quando todos os vidros serão repostos.

Comentários