No Brasil, elas trabalham mais que os homens


As brasileiras trabalham mais horas do que os brasileiros, considerando o tempo trabalhado fora e dentro de casa, segundo dados de um relatório divulgado ontem pela OIT (Organização Internacional do Trabalho).

Segundo informações da Agência Brasil, os dados mostram que, no total, os homens têm jornada de 52,9 horas semanais.


As mulheres, de 58 horas, 5,1 horas a mais do que o sexo oposto --o que equivale a 20 horas adicionais por mês, cerca de dez dias a mais por ano.
O relatório da OIT analisou dados da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), que aponta que 90,7% das mulheres que estão no mercado de trabalho também realizam atividades domésticas.
Entre os homens, isso cai para 49,7%.
No trabalho, elas gastam, em média, 36 horas por semana; eles, 43,4 horas. Em casa, por outro lado, elas gastam 22 horas semanais. Os homens, 9,5 horas.
Para o especialista em mercado de trabalho Jorge Pinho, os números ainda estão aquém da realidade.
De acordo com o estudo da OIT, as atividades domésticas que os homens exercem nunca são executadas exclusivamente em casa e, em geral, exigem contatos com outras pessoas e deslocamentos, como fazer compras de supermercado, manutenções esporádicas ou levar os filhos à escola.

UOL com agências


Comentários