Papa faz apelo para que se ponha fim à violência na Síria

Castelgandolfo (Itália), 29 jul (EFE).- O papa Bento XVI fez neste domingo um "apelo desesperado" para que se ponha fim à violência na Síria, pedindo aos que têm "maior responsabilidade" que não economizem esforço algum "para se conseguir a paz" e que se garanta a assistência humanitária às pessoas afetadas. 



"Renovo minha proximidade à população que sofre e reza por ela. Faço um apelo desespero para que se ponha fim a todo tipo de violência e derramamento de sangue. Peço a Deus sabedoria de parte dos que têm maior responsabilidade, para que não economizem esforço algum na busca da paz", afirmou o papa. O apelo foi feito perante várias centenas de fiéis que assistiram no pátio de sua residência de verão de Castelgandolfo, a cerca de 33 quilômetros ao sul de Roma, à oração do Angelus. EFE jl/ma (foto)

Comentários