Petrobras anuncia aprovação de contratos para construção de plataformas do pré-sal

Nielmar de Oliveira
Repórter da Agência Brasil
A Petrobras informou hoje (19), através de nota, que aprovou a assinatura de dez contratos, que somam US$ 4,5 bilhões, para a construção e integração dos primeiros seis módulos topside (planta de processo, utilidades e alojamento) das oito plataformas replicantes do tipo FPSO (unidade que produz, armazena e transfere petróleo e gás).


A aprovação ocorreu em comum acordo com os parceiros no empreendimento, a BG Group, Petrogal Brasil e Repsol Sinopec, e por meio de suas afiliadas Tupi-BV e Guará-BV. As unidades estão sendo construídas no Brasil para o desenvolvimento dos projetos do pré-sal nos blocos Bacia Marítima de Santos 9 (BM-S-9) e Bacia Marítima de Santos 11 (BM-S-11), localizados na Bacia de Santos.
Os FPSOs (todas do tipo replicante – do mesmo modelo) serão utilizados na primeira fase de desenvolvimento definida pelos parceiros dos blocos BM-S-9 e BM-S-11. O processo de contratação dos dois módulos de topsides e dos pacotes de integração restantes para os oito FPSOs replicantes deverá ocorrer nos próximos 18 meses.
Em paralelo, o consórcio do bloco BM-S-11 optou por iniciar o processo de contratação de pelo menos um FPSO adicional, a ser afretado e usado em áreas que necessitam de plantas de processo diferentes daquela adotada para os replicantes.
O consórcio do Bloco BM-S-11 é operado pela Petrobras (65%), em parceria com a BG E&P Brasil (25%) e Petrogal Brasil (10%). Já o consórcio do Bloco BM-S-9 é operado pela Petrobras (45%), em parceria com a BG E&P Brasil (30%) e Repsol Sinopec Brasil (25%).Os contratos serão assinados nos próximos dias.
Segundo a nota da estatal, serão contratadas para a realização dos serviços as empresas DM Construtora de Obras/TKK Engenharia, IESA Oleo e Gas, Tome Engenharia/Ferrostaal Industrieanlagen GmbH, Keppel FELS do Brasil, Jurong do Brasil Prestação de Serviços e Mendes Jr Trading Engenharia/OSX Construção Naval. Os contratos serão assinados nos próximos dias.
Edição: Fábio Massalli

Comentários