Bebê tem parte do dedo amputado em creche

Pais da criança acusam direção de negligência

Assista ao vídeo:



Um bebê de um ano de idade teve parte do dedo amputado em uma creche de Comendador Soares, distrito de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Os pais do menino acusam a diretora, que não estaria na creche no momento do acidente, de negligência. A polícia investiga o caso. Veja como ficou o dedo da criança.


O pai da criança, Bruno Gomes da Silva, disse que deixou o filho Bruno na instituição por volta das 8h, como fazia todos os dias, e foi trabalhar. Duas horas depois, ele recebeu um telef onema.
— Era a diretora avisando que tinha havido um cortezinho no dedo do meu filho e que ela estava levando-o para o hospital. Quando eu cheguei no hospital, eles já estavam lá.

O menino teve parte do dedo arrancado ao colocar a mão na porta, batida por outra criança. Segundo o pai, a porta foi trocada na creche.
— Já colocaram uma porta sanfonada, de plástico.
A mãe do menino, Marta da Costa Silva, conta que ele sente dores e que por isso precisa tomar remédios.
— As dores são muito fortes quando ele esbarra em algum lugar. A gente sentia segurança lá [na creche], mas depois disso acontecer a gente quer justiça, só isso.
Na instituição, que está em férias, não havia ninguém para comentar o assunto.
Em março do ano passado um bebê teve a perna amputada por engano no Instituto Fernandes Filgueiras.

Comentários