Delegado leva tiros ao sacar R$ 7.000 de banco

Folha de S.Paulo
O delegado da Polícia Civil Marlon Meira dos Santos, 42 anos, foi ferido por três tiros ontem, após ser assaltado em Moema (zona sul) por volta das 14h50, quando saía de um banco. Até a noite de ontem nenhum suspeito do crime havia sido preso.


De acordo com a polícia, Santos foi abordado por dois homens em uma moto Honda Twister após sacar R$ 7.000 em uma agência do banco Itaú na rua Araguari, esquina com a avenida Santo Amaro.
Ainda segundo a polícia, os suspeitos anunciaram o assalto. Eles roubaram o dinheiro e, antes de fugir, ainda acertaram três tiros na vítima e fugiram.
Segundo os policiais, um dos disparos acertou a coxa, outro as nádegas e o terceiro não foi informado pelos médicos que socorreram a vítima.
Arma
Um dos investigadores disse que a arma do delegado também foi levada pelos suspeitos do assalto.
Investigadores do GOE (Grupo de Operações Especiais) levaram o delegado ao Hospital São Luiz, no Itaim Bibi (zona oeste).
Segundo o hospital, a vítima estava internada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva). No final da noite de ontem, ele não corria risco de morte. Atualmente, Santos trabalha como delegado assistente no 3º DP de Diadema (ABC).
A ocorrência foi registrada no 96º DP (Monções). A polícia informou que vai solicitar as imagens de câmeras de segurança de estabelecimentos comerciais das imediações para tentar identificar os suspeitos.

Comentários