Em Rio das Ostras, Semana de Aleitamento Materno começa nesta segunda-feira


O objetivo é ampliar o número de crianças assistidas com o leite materno

 

O Centro de Programa da Saúde da Criança, da Prefeitura de Rio das Ostras, abre nesta segunda-feira, dia 6, as comemorações da Semana Mundial do Aleitamento Materno. Durante toda a semana haverá palestras com a equipe multidisciplinar nas unidades de saúde do município, visando incentivar as mães a amamentarem seus filhos pelo menos nos seis primeiros meses de vida.

A coordenadora do Programa Saúde da Criança, a enfermeira Ludmila Lima, destacou que abrindo as comemorações serão implantados no Centro de Saúde da Nova Cidade, os programas Grupo de Acolhimento Mamãe-Bebê e Rastreamento Neo Natal (Teste do Pezinho), descentralizando o atendimento, que até então tinha como único ponto o Centro de Saúde, do Bosque.

A moradora Daisa Jesus Cassais, 34 anos, é uma das mães que sabe da importância de amamentar seu filho com o leite materno. Ela é uma das mulheres que participam do Programa da Saúde da Criança, desde o pré natal e há 17 dias teve a pequena Milena, que mama e dorme. “ A minha outra filha Francine, 3 anos, mamou até os dois anos de idade e sempre foi uma criança saudável, e espero que a irmã Milena siga o mesmo caminho”.

A Campanha que já acontece no país há 20 anos e, este ano terá como tema “Amamentar hoje é pensar no futuro”. O evento segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) acontece em 170 países. Pesquisas revelam que o aleitamento materno é a melhor forma de fornecer ao recém-nascido os nutrientes necessários. A orientação é que o bebê receba exclusivamente o leite materno até os 6 primeiros meses de vida  e, depois disso, ele seja associado a outros alimentos até que a criança complete 2 anos ou mais, comentou Ludmila Lima.

A campanha também que o caráter de resgatar esse papel da mulher, que é amamentar seu filho, eliminando essa ideia, que amamentar vai deformar o corpo da mulher. “ Pelo contrário ajuda na perda de peso mais rapidamente após o parto e auxilia o útero a recuperar seu tamanho normal, diminuindo o risco de hemorragia e de anemia. Para os bebês, funciona como uma vacina, protegendo a criança de doenças como diarreia, infecções respiratórias, destacou a enfermeira.

Confira a Programação:

Dia 6
8h - C.S. Nova Cidade
8h - P.S. Cidade Praiana
14h - P.S.F. Âncora

Dia 7
14h - P.S.F. Mar do Norte

Dia 8
8h - NASA/P.S.F. Âncora
8h - C.S. Rio das Ostras Extensão do Bosque
9h - P.S. Jardim Mariléa
14 h - P.S. Boca da Barra
14h - Casa da Mulher- Centro

Dia 9
 14h - P.S. Operário
14h - P.S.F. Cantagalo

Dia 10
8h - P.S. Recanto
14h - P.S. F. Rocha Leão

Comentários