Em São João da Barra, presos três homens acusados de matar um empreiteiro

Foram encaminhados para a Cadeia Pública de Campos, os três homens presos em São João da Barra em uma operação da Polícia Civil.

Já foram encaminhados para a Cadeia Pública de Campos, os três homens presos na quarta-feira (01) em São João da Barra em uma operação da Polícia Civil. Eles teriam matado um empreiteiro há dois meses depois de uma discussão em uma festa. O primeiro acusado, Chauene da Silva, de 23 anos, foi encontrado em Campo Novo, localidade de Campos, às 6h. Paulo Ferreira da Silva, de 28 anos, foi detido em uma casa vizinha. Oterceiro envolvido, Dionleno Tavares Nunes, de 19 anos, foi encontrado em Grussaí, em São João da Barra.




O homem que seria o autor dos disparos, Gedilson da Silva Martins, de 24 anos, está foragido. O empreiteiro, José Américo Gomes Filho, de 36 anos, foi morto em junho na localidade de Palacete, em São João da Barra, depois de uma discussão em uma festa, um amigo da vítima ficou ferido Segundo a polícia, todos já tinham prestado depoimento na época do crime e negaram qualquer envolvimento no caso, mas as investigações acabaram levando até eles.


José Américo foi uma das 14 pessoas assassinadas na cidade no primeiro semestre deste ano. O número é o três vezes maior que no mesmo período do ano passado. O outro acusado pelo crime continua foragido, os três presos vão responder por homicídio duplamente qualificado, já que o crime foi cometido por motivo fútil e a vítima não teve chance de defesa, eles ainda são acusados pela tentativa de homicídio do amigo do empreiteiro morto.

Comentários