Globo e Record iniciam disputa pela transmissão das Olimpíadas de 2020, diz colunista da Folha

recordolimpiadas
A Record tem exclusividade na cobertura dos Jogos de Londres na TV aberta e também faz cobertura pelo R7 (Imagem: Reprodução)
Enquanto se preparam para dividir a transmissão e cobertura da Olimpíada de 2016, no Rio de Janeiro, Globo e Record já estão se movimentando nos bastidores para tentar comprar os Jogos de 2020 com exclusividade.


Ainda sem sede definida, a Olimpíada de 2020 pode cerca de US$ 250 milhões. De acordo com informações da coluna Outro Canal, da jornalista Keila Jimenez na Folha de S. Paulo, a competição de 2016 custou US$ 200 milhões à Globo, Record e Band.

Os direitos de transmissão foram muito valorizados na TV brasileira. Em 2004, a Globo gastou certa de US$ 5 milhões pelas imagens de Atenas. Em Pequim, foram gastos US$ 15 milhões. Para a Record, a exclusividade das Olimpíadas de Londres custou cerca de US$ 60 milhões e foi negociada seis anos antes da competição acontecer.



Comentários