Julgamento do mensalão é noticiado em pílulas pelos principais portais brasileiros


Jacqueline Patrocinio

O julgamento do mensalão começou na quinta-feira, 2. Além de relembrar o  esquema de distribuição de dinheiro em troca de apoio político, os principais portais transmitem ao vivo parte das primeiras decisões do Supremo Tribunal Federal sobre o futuro dos 38 réus indicados ao processo.

G1 destaca a rejeição da corte ao pedido da defesa para p desmembramento do processo. A página traz manchetes sobre o ministro Dias Toffoli, ex-advogado do PT, declarações dos advogados de Delúbio Soares, ex- tesoureiro do PT, e de José Dirceu, ex-ministro da Casa Civil apontado como chefe do esquema.

mensa0208
O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Carlos Ayres Britto, abre a sessão para o julgamento do Mensalão (Imagem: Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr)
O portal da Globo investe em recursos multimídia para relembrar a trajetória do escândalo, revelado há sete anos. Ilustra o conteúdo com acusações que recaem sobre cada réu e expõe galeria com as primeiras fotos do julgamento.

Com imagens da TV justiça, o site da Folha de S. Paulo transmite o julgamento em página especial. Um infográfico 360º simula um plenário, ajuda a entender quem é quem, como é composta a corte e a ordem de votação. Com atualizações constantes e equipe enviada a Brasília, o veículo informa haver poucos manifestantes  e diz ser o jornal Folha de S.Paulo a autora do furo jornalístico que teria revelado a existência do mensalão. 




De forma criativa e em ritmo de "minuto a minuto", o Estadão cobre o julgamento apoiado em especialistas da escola de Direito da Fundação Getúlio Vargas (FGV), que explicam a linguagem da argumentação jurídica usada pelos ministros e advogados durante as sessões. Os internautas acompanham o conteúdo pelo perfis do veículo no Twitter e no Facebook. Na home do site, destaque à declaração do ex-presidente Lula, que perguntado se assistiria o julgamento disse ter “mais coisas para fazer”. 

Além do especial digital com acervo de reportagens, fotos,  vídeos e infográficos sobre o esquema, o siteda revista Veja publica análises por meio dos colunistas Lauro Jardim, Augusto Nunes e Reinaldo Azevedo. O veículo faz ainda enquete para saber a expectativa dos leitores quanto à possível condenação dos réus.

No Valor Online, o caso ganhou página especial com conteúdos voltados para assinantes, além das notícias na home.  A página destaca o clima tenso do primeiro dia de julgamento, a exemplo da discussão dos ministros Ricardo Lewandowski e Joaquim Barbosa.

Comentários