Professores da UFRJ decidem manter greve


Docentes da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) decidiram nesta sexta-feira manter a greve iniciada no dia 22 de maio.
Com 283 votos favoráveis contra 253, os professores seguem posicionamento do Comando Nacional de Greve das universidades federais e pressionam pela reabertura das negociações com o governo federal.


"Esta assembleia mostra, mais uma vez, ser o espaço legítimo para deliberar sobre os rumos da greve. Como das outras vezes, isto foi realizado de forma democrática. É uma decisão firme e que representa a vontade da maioria do corpo docente da UFRJ", afirma o presidente da Associação de Docentes, Mauro Iasi.
A votação pela manutenção da greve aconteceu no auditório do Quinhentão, no Centro de Ciências da Saúde, campus da Ilha do Fundão. Tiveram direito ao voto professores sindicalizados e não sindicalizados.

Comentários