STJ elege novos ministros para o TSE


A ministra Laurita Vaz e o ministro Castro Meira, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), foram eleitos, em sessão do Pleno, para compor o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A eleição aconteceu nesta quarta-feira (15), por aclamação. 


Por ocasião da posse do ministro Gilson Dipp na vice-presidência do STJ, no dia 31 de agosto, a ministra Laurita Vaz assumirá a vaga deixada por ele. Com a assunção da ministra à vaga de efetivo, Castro Meira assume a segunda suplência, uma vez que o ministro Teori Albino Zavascki passará para a primeira suplência.

Com a eleição, Laurita Vaz e Castro Meira passam a exercer funções no TSE e, ao mesmo tempo, continuam atuando nos órgãos julgadores do STJ. A ministra Laurita Vaz aproveitou para agradecer aos pares pelo apreço e consideração pela escolha, afirmando que não medirá esforços para desempenhar bem essa nova função, principalmente nesse momento de eleições próximas.

O ministro Castro Meira também agradeceu a todos os colegas e afirmou que fará o possível para bem representar o STJ quando for convocado.

Para o presidente do STJ, ministro Ari Pargendler, o Tribunal, com esta eleição, dá uma grande contribuição para o funcionamento da Justiça Eleitoral. “Os candidatos eleitos seguem a tradição da Casa – prevalece a antiguidade. A ministra Laurita Vaz, vinda do Ministério Público Federal, revelou-se uma juíza extraordinária. E o ministro Castro Meira é um dos mais antigos juízes federais do Brasil. Então, a nossa representação continua sendo de muita qualidade no TSE”, afirmou.

A composição do TSE é determinada pelo artigo 119 da Constituição Federal. O Tribunal é composto por sete magistrados, dos quais dois são oriundos do STJ. 

Comentários