Travesti nu tenta prestar queixa em delegacia


Ele entrou aos berros na 90ª DP e alegou ter tido roupas e dinheiro roubados após programa
Os policiais de plantão da 90ª DP (Barra Mansa) foram surpreendidos na madrugada desta sexta-feira com um fato inusitado. Um travesti entrou aos berros e completamente nu, na delegacia, alegando que tinha sido assaltado. Segundo a vítima, o roubo teria ocorrido na Ponte Ataulfo Pinto dos Reis, no Centro de Barra Mansa, no Sul Fluminense. O assaltante pegou o dinheiro que o travesti tinha recebido por um programa e, ainda, jogou as roupas dele no Rio Paraíba do Sul.


O inspetor Fábio Peixoto, que atendeu o travesti, orientou a vítima a ir até a casa dela vestir uma roupa e voltar à delegacia para fazer a ocorrência do roubo. O policial explicou que não tinha nenhuma peça de roupa para emprestar ao travesti, que saiu da unidade da mesma maneira que entrou, ou seja, completamente nu.
Na madrugada desta quarta-feira, no Rio, um casal nu foi flagrado na Praia de Grumari, na Zona Oeste. O flagra acabou em uma perseguição policial que se estendeu por três quilômetros. O vigilante Manoel Vitor da Silva Ribeiro, de 23 anos, foi preso. Ele estava com uma adolescente de 17 anos, num Voyage prata, quando percebeu a aproximação de policiais, sacou uma pistola e atirou. Os PMs, do 31º BPM (Recreio), revidaram. Não houve feridos.

Comentários