Veja se compensa ir à Justiça para ter revisão dos auxílios


O segurado com direito à revisão dos auxílios poderá antecipar os atrasados com uma ação no JEF (Juizado Especial Federal), que julga processos de até R$ 37.320.

Advogados consultados pelo Agora dizem que a principal vantagem é receber a grana antes do que no posto, já que, pelo cronograma do INSS, o pagamento seguirá até 2022.
A ação é ainda mais vantajosa para o segurado que não recebe mais o benefício por invalidez.
Isso porque, para esses casos, a previsão do INSS é começar a pagar os atrasados só entre 2019 e 2022.
"No juizado, se a ação demorar muito, vai levar dois anos. Até 2014 ele vai receber", explica o advogado previdenciário Luis Guilherme Lopes de Almeida.
Fernanda BrigattiGisele Lobato e Luciana Lazarini
do Agora
  • Leia esta reportagem completa na edição impressa do Agora neste sábado, 4 de agosto, nas bancas

Comentários