Dedé diz que Vasco tem que continuar com “humildade”


De volta ao Vasco, o zagueiro Dedé enalteceu o grupo após vitória sobre o Palmeiras por 3 a 1, em São Januário, na quarta-feira.
Dedé ressaltou a humildade do time como ingrediente necessário para a vitória. “Acho que o nosso time precisa continuar com essa humildade, com a mesma pegada, chegar lá respeitando a equipe porque vai ser um jogo difícil.- A rapaziada que saiu do banco também fez um bom papel, fez o que o professor pediu com humildade, e nossos gols foram trabalhados. Isso é ideal para o próximo jogo – disse o camisa 26 vascaíno.
Vitória de virada
O Vasco começou bem o jogo. Logo aos quatro minutos, chegou com muito perigo. Tenorio escapou pela esquerda, pedalou para cima da marcação palmeirense e cruzou. Wellington apareceu para afastar, mas quase mandou contra o próprio gol, por cima do travessão de Bruno. Um minuto depois, Tenorio novamente escapou pela esquerda, deixou Artur para trás e armou para Jhon Cley. O meia chutou da entrada da área, mas manda por cima do gol do Palmeiras.


O Vasco pressionou, e, aos oito, em cobrança falta de Juninho, Bruno afastou a bola. O Palmeiras até tentou chegar ao gol vascaíno, mas sem muito perigo. Aos 13, Valdivia pegou sobra de bola na intermediária e chutou de longe, mas a bola desviou em Dedé e não chegou ao gol de Fernando Prass. Aos 23, após cruzamento de Tiago Real, Wellington desvia de cabeça e obriga Prass a fazer uma grande defesa. Porém, no rebote, Luan marcou.
Após o gol, o Vasco foi para cima e, aos 29, Tenorio empatou o jogo, após passe de cabeça do atacante Alecsandro. Aos 34, Fernando Prass salvou o que seria o segundo gol dos visitantes. Valdivia chutou de longe, a bola bateu no gramado e deu um pequeno pulo, mas o goleiro vascaíno, atento na jogada, esticou a mão esquerda e espalmou. No minuto seguinte, William Matheus cruzou rápido para o meio da área, onde estava Tenorio, que cabeceou, sozinho, e mandou por cima do gol.
O Vasco jogou melhor, o Palmeiras aproveitou uma das poucas chances que teve durante a primeira etapa e marcou o gol, mas logo em seguida o Trem Bala da Colina empatou e voltou a ditar o ritmo. Com um minuto de acréscimos, o árbitro gaúcho, Wilton Pereira Sampaio, encerrou o primeiro tempo.
Vasco melhora e amplia
A segunda etapa começou com o Palmeiras indo ao ataque. Com menos de um minuto, após cruzamento de Luan, a zaga vascaína afastou para escanteio. Em seguida, Tiago Real chuta de longe, a bola desvia e sai, novamente, em escanteio. Aos dois, Luan saiu na cara de Fernando Prass, que salvou mais uma vez o Vascão.
A resposta do Vasco foi imediata. Aos seis, após cobrança de Juninho, Nilton apareceu na entrada da pequena área e cabeceou para o fundo do gol, virando a partida para o Gigante da Colina. Após o gol, o Palmeiras foi em busca do empate.
Aos 20, Juninho cobrou mais uma falta, dessa vez de longe, e Bruno espalmou para escanteio. O Vasco passou a administrar o jogo e tentou jogar nos erros do adversário. Em consequência disso, o Palmeiras foi ao ataque e teve que se abrir. Em contra-ataque rápido, Juninho recebeu grande passe de Tenorio e chutou na saída de Bruno, ampliando para o Vascão.
Com o resultado, o Vasco permanece na quarta colocação, com 42 pontos, ficando apenas a dois pontos do Grêmio, que joga nesta quinta-feira.

Comentários