Direito de resposta ao PT: mais uma mentira de Serra


Já estava ficando monótono… Mas conseguimos uma vitória na Justiça Eleitoral. Por decisão do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) Fernando Haddad (PT), candidato à prefeitura paulistana, terá um minuto de direito de resposta no programa de rádio do seu adversário José Serra (PSDB). Ainda não é definitivo (cabe recurso ao TSE). Mas, é uma decisão favorável. E de segundo instância.


Acertadamente o PT entrou com o pedido após José ter afirmado, em seu programa do dia 10.9, que assumiu uma prefeitura falida e “só com R$ 16 mil no banco”, em 2005. Uma “herança recebida do PT”, bradou o tucano, mentindo descaradamente sobre a gestão de Marta Suplicy.
Com os números corretos em mãos, o PT solicitou ao TRE-SP o direito de resposta. A decisão veio agora: a relatora do processo, desembargadora Diva Malerbi, entendeu que o direito de resposta dever ser concedido porque a afirmação do tucano é “sabidamente inverídica”.
Eis que mais uma mentira do tucano vem à tona. Uma entre tantas outras já ditas por José em campanha eleitoral. Aliás, entre outras coisas, ele é expert em garantir ao seu eleitorado que cumprirá por inteiro o seu mandato caso seja eleito. Algo que definitivamente não gosta de fazer, já que em mais de uma ocasião utilizou o mandato como trampolim para outro cargo, mais alto. E o povo, que não é bobo, lembra perfeitamente disso.

Comentários