Queda de Felipão esquenta clima nas redações

felipao-450

Com a confirmação na tarde de quinta-feira, 13, da demissão do técnico Luiz Felipe Scolari do comando do Palmeiras, emissoras de rádio e sites movimentaram suas equipes de reportagens para noticiar ao público o quanto antes a decisão da diretoria do time, que está na penúltima colocação do Campeonato Brasileiro e corre risco de ser rebaixado para a segunda divisão do torneio nacional.

Anderson Scardoelli


Antes mesmo do fim da reunião do presidente do Palmeiras, Arnaldo Tirone, com Felipão, o repórter da Rádio Bandeirantes, Alexandre Praetzel, entrou ao vivo na emissora e cravou a saída. Sem dar certeza até às 17h24, o Globoesporte.com deixou como manchete principal durante boa parte da tarde a informação de que o treinador “possivelmente” deixaria o Verdão meses depois de levar o clube à conquista da Copa do Brasil.
Com a oficialização de que Felipão não é mais o técnico alviverde, portais que cobrem o noticiário geral também deram destaque ao tema. Ao falar em “fiasco”, o R7 deixou o assunto inserido na imagem ‘1’ de sua capa, mesma linha adotada pela versão online do Estadão. Foto principal nos sites, a queda do técnico palmeirense não ocupou o mesmo espaço no Lancenet, portal justamente voltado ao meio esportivo – que preferiu deixar a apresentação de Marcelo Oliveira como treinador do Vasco em primeiro plano.
Felipão não é mais o técnico do Palmeiras; sites deram destaque ao tema (Imagem: Angelo Pettinati/O Tempo/AE)

Comentários